Entrada em campo

Nuno Farinha
Nuno Farinha Diretor adjunto

A Bola de Ouro obrigatória

A vitória do Real Madrid na Champions e o triunfo de Portugal no Euro 2016 tornaram inevitável o destino do prémio entregue pela France Football. É a quarta Bola de Ouro na espantosa carreira de Ronaldo e a confirmação de que estamos perante um caso de rara persistência. Do ponto de vista do qualidade do seu jogo e dos números estratosféricos a que nos habituou, este nem sequer foi o melhor ano de CR7. Marcou muito, mas marcou menos. Jogou bem, mas não tão bem.

A questão é que, naquilo que mais interessa e que fica para memória futura, Ronaldo esteve nas vitórias mais importantes e levantou os troféus mais desejados. Foi o melhor marcador na última edição da Champions e liderou a Seleção Nacional na inesquecível caminhada até Paris. A partir daqui, e sabendo-se que as vitórias coletivas têm um peso decisivo nestes prémios individuais, não se esperava outro desfecho. Foi por esse desempenho de Real Madrid e Portugal que também Pepe e Rui Patrício acabaram por ser reconhecidos, respetivamente, como o 9.º e o 12.º melhores jogadores de 2016. Falta só saber a quem a FIFA entrega o seu prémio, em janeiro, mas o mais natural é que a lógica se mantenha.

Com 13 jornadas disputadas na Liga (a quatro do final da primeira volta), o Benfica soma 32 pontos. Na temporada passada, com as mesmas 13 jornadas, a equipa de Rui Vitória tinha 28 pontos. Ou seja, o campeão nacional tem hoje mais 4 pontos do que na época em que chegou aos "impossíveis" 88. Em sentido inverso estão Sporting e FC Porto. Há um ano, Jorge Jesus tinha 35 pontos e hoje tem 27 (-8). E também há um ano Lopetegui estava nos 33 enquanto Nuno Espírito Santo segue com 28 (-5). Os factos são os factos. E estes fazem de Rui Vitória o melhor treinador do campeonato nacional.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.