Saída de campo

Nuno Farinha
Nuno Farinha Diretor adjunto

Amanhã haverá Pizzi?

Chega amanhã ao fim a longa maratona de Pizzi em 2016/17: foram, até agora, 56 jogos, 4.374 minutos, 14 golos marcados e 3 títulos conquistados. Desses 56 jogos na temporada, o médio venceu 40 e na prova que exige maior regularidade – a Liga – foi eleito 3 vezes o jogador do mês. A sua impressão digital na equipa de Rui Vitória foi tão impactante que acabou por ser ele o principal rosto do tetracampeão nacional. Não tem os golos açucarados de Jonas para mostrar, nem nunca terá o fôlego de Fejsa ou a capacidade de liderança de Luisão. Mas é o que tem sempre o mapa do jogo na cabeça e as melhores soluções para aplicar em função de cada circunstância. É evidente que não foi por acaso que a determinada altura se acendeu uma velinha para que não voltasse a ver o cartão amarelo.

Esta foi, e a longa distância, a melhor época de Pizzi e aquela em que o Benfica lhe ficou a dever mais. O que a equipa precisava, ele dava. O que o treinador pedia, ele cumpria. O que o colega reclamava, ele oferecia. É por tudo isto que se estranha a forma como Fernando Santos desperdiçou na Taça das Confederações o estado de graça com que Pizzi chegou a este final de época. Não faz sentido que o melhor jogador da Liga portuguesa seja o médio menos utilizado de uma Seleção Nacional que ainda por cima não mostra a qualidade que é suposto ter. Tem mesmo de ser assim?

5
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0