Entrada em campo

Nuno Farinha
Nuno Farinha Diretor adjunto

Benfica a desafiar a história

As vitórias de Benfica e FC Porto deixaram a luta pelo título na mesma, mas apenas… aparentemente: cumpriu-se mais uma jornada e a meta está agora mais perto – e quase à vista – para quem segue na frente. Houve sinais preocupantes, no entanto, na exibição dos encarnados, que ficaram longe de conseguir um rendimento que entusiasmasse. O líder do campeonato, na realidade, tirou apenas do jogo aquilo que interessava: os pontos.
Foi claro como água que o Estoril confirmou os sinais de crescimento que vinha mostrando nas últimas semanas e que durante longos minutos colocou até o Benfica em sérios apuros.

Os 60 mil espectadores que estavam na Luz devem ter chegado a pensar, durante a 2ª parte, que o pesadelo de 2013 iria repetir-se… O nível qualitativo caiu de tal forma que, às tantas, nem parecia que o Benfica estava perante um dos maiores desafios da sua história. Se Eusébio, Coluna, Simões e José Augusto não conseguiram o tal tetra, veja-se bem a importância daquilo que Jonas, Pizzi, Luisão e Salvio estão perto de conseguir.

Por que razão a equipa de Rui Vitória teve afinal de sofrer tanto para vencer o Estoril, ainda por cima depois da exibição convincente no jogo de Alvalade e tendo uma situação favorável para embalar rumo ao título? A sensação que ficou foi a de que houve algum relaxamento durante a semana, até pelas presenças pouco normais de jogadores em inaugurações de restaurantes e em lançamentos de relógios. Talvez não se repita.

O sucesso do FC Porto no difícil teste de Chaves acabou por ser indiscutível, embora também sem muito brilho. É verdade que os dragões já só têm três jornadas para esperar pela escorregadela do Benfica, mas tiveram ontem uma segunda ‘vitória’ que, em caso de necessidade, poderá ser decisiva: a vantagem na diferença de golos. Na eventualidade de ser preciso recorrer a esse sistema de desempate para decidir o título, é muito provável que, aí, a vantagem final seja do FC Porto.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais