Futebol à portuguesa

José António Saraiva
José António Saraiva Diretor do Sol

Deus é vermelho

No Bessa, o tempo regulamentar tinha expirado. O Boavista, que dominara a 2.ª parte e desperdiçara duas hipóteses de golo, ainda acredita na vitória. Ao minuto 92, a bola chega aos pés de Eliseu, colocado sobre a linha de meio-campo, que a tenta meter na área do Boavista. Mas esta sai curta e vai ter com Carcela, que cabeceia defeituosamente, fazendo um pequeno balão. Miraculosamente, porém, a bola vai cair aos pés de Jonas - que, qual matador enterrando a espada no touro até ao punho, a mete com mestria na baliza. Deus provava que é vermelho.

O Benfica registou no domingo a 11.ª vitória consecutiva fora da Luz. É obra! E se muitas foram obtidas com mérito, noutras houve a mãozinha de Deus, como em Guimarães ou Alvalade. Em Guimarães, Deus iludiu o arbitro, impedindo-o de ver penáltis contra o Benfica, e inspirou Renato Sanches para um remate soberbo que decidiu o jogo.

Em Alvalade, Deus enganou Bryan Ruiz, levando-o a pensar que a baliza estava por cima da sua cabeça e não mesmo à sua frente. Foram 6 pontos. Com o Bessa, seriam 9. Sem eles, o Benfica estaria fora do título.

Quanto ao resto, o domingo passado mostrou um Sporting a fazer um dos melhores jogos da era Jesus, lembrando irresistivelmente o Barcelona. E revelou um Porto muito frágil e vulnerável: a equipa mandona que conhecíamos deu lugar a um conjunto intranquilo, que joga sobre brasas. Faltam 7 jogos. O Benfica, com a ajuda de Deus, é o grande candidato ao título. O Sporting é a melhor equipa. O FC Porto é claramente, hoje, o terceiro dos 3 grandes.

6
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.