José Ribeiro
José Ribeiro Editor chefe

E a APAF quer o quê?

Um defesa pisa ostensivamente a perna do adversário que está no chão e em vez de ser expulso… ganha uma falta a seu favor.

Um avançado cai na área, rasteirado pelo adversário. Penálti ou simulação? O árbitro decide-se logo… pelo amarelo, sentido que o jogador o enganou. Após longa conversa com o VAR vai ver as imagens e mantém a decisão. Todos os ex-árbitros que ‘julgam’ nas televisões e nos jornais viram penálti. Mas não o árbitro.

Um jogador é pontapeado pelo adversário, na área deste. Penálti que as imagens confirmam. O árbitro… nem as vai ver, simplesmente decide que não se passou nada.

O jogo está a chegar ao fim, a ação desenrola-se na área da equipa que vence por 1-0. No exato momento em que dois jogadores vão discutir a posse da bola, o árbitro apita para o final… de costas para o lance. Azar. O avançado da equipa que está a perder é rasteirado nesse mesmo instante! Mas já acabou...

O que acima se descreve são lances ocorridos, nessa mesma sequência, em quatro jogos dos primeiros classificados da Liga. O árbitro de todas estas decisões foi Rui Costa.

E é perante um quadro tão absurdo quanto este que a APAF quer que comamos e nos calemos? Pede a APAF silêncio em torno das arbitragens para quê? Para ‘esconder’ este tipo de ações?

Em relação a Rui Costa a questão é esta: estamos perante alguém verdadeiramente incompetente ou um personagem sem pingo de bom senso? Estou em pulgas para ver qual a classificação dele no final...

1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.