Caderno de apontamentos

Jorge Barbosa
Jorge Barbosa Editor chefe

Palavra de Vieira

O Sporting-Benfica deste sábado, que ajudará a decidir o novo campeão nacional, começou há já vários meses, quando houve troca de queixas e posteriormente troca de recados entre os responsáveis dos dois clubes e alguns peões mediáticos - das iniciais ameaças mútuas de descida de divisão, o que não levou a lado nenhum, pelo menos até agora, passou-se num ápice para a questão de Slimani ser ou não castigado nesta semana do dérbi. A surpreendente recuperação pontual do Benfica já permitia antever que este jogo seria fundamental para a decisão do título, impulsionando ou abalando as candidaturas, pelo que as munições não foram de todo poupadas na denúncia de teorias conspirativas que visariam condicionar o clássico.

A repetida morosidade dos processos nos órgãos disciplinares do futebol português justifica o alarme e dá azo a que se levantem repetidas suspeições, o que é de lamentar, embora não se veja uma solução ao fundo do túnel que permita esvaziar a polémica. O mais curioso é que depois de Filipe Vieira ter finalmente despertado para o tema, após semanas e semanas de insinuações sobre a alegada influência encarnada para que Slimani não jogasse no clássico, eis que se fez luz e já todos dão como garantido de que não haverá qualquer castigo nesta semana em que a Liga tem mais uma jornada escaldante. Seja no caso de Slimani seja nos casos de Jardel e Eliseu.

O apelo de Filipe Vieira até pode ser bem-intencionado, salvaguardando deste modo o espetáculo, o que é sempre saudável, permitindo ainda aos eternos rivais apresentarem-se com os seus melhores trunfos. O que pode preocupar as restantes 16 equipas que estão empenhadas em vários combates no futebol português e apenas na I Liga, é que a justiça federativa possa ser permeável à influência das tomadas de posição pública de alguns presidentes. Já todos percebemos que Slimani e Jardel e Eliseu vão jogar o clássico de sábado, por muito que todas as partes esgrimam argumentos, restando saber que efeitos terão futuros apelos públicos que venham a ser feitos por concorrentes diretos dos dois principais clubes de Lisboa quando se virem em risco de perder algum dos seus principais jogadores.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais