Interrogatório sobre o clássico...

José Ribeiro
José Ribeiro Editor chefe

Rui, com menos, fez mais que Nuno pela vitória

1 - Rui Vitória apostou em Rafa no lugar de Cervi. O que pretendeu com isso?

Creio que tentou duas coisas: colocar em xeque a posição de Maxi, dada a velocidade de Rafa e a sua inteligência nas ações em diagonal para a zona de finalização; por outro, promover as trocas posicionais constantes com Jonas, ganhando com isso superioridade no corredor. Na 2.ª parte esta ação foi mais visível.

2 - Nuno fez bem em deixar André Silva no banco?

Neste jogo era ‘obrigatório’ ter homens fixos nos corredores ofensivos, por forma a tapar os caminhos de Nélson Semedo e Eliseu; mas também importava ter mais uma unidade no corredor central por forma a permitir a Danilo baixar para um posicionamento de terceiro central, quando as ações do adversário o exigissem. Após o 1-1, Danilo teve papel principal nesse capítulo defensivo.

3 - Por que é que o Benfica baixou linhas após o 1-0?

A estratégia de Rui Vitória, após o golo de Jonas, podia nem ser diferente, mas por vezes há essa reação natural das equipas num jogo com grau de dificuldade elevado. Até ao intervalo não construiu para dar o ‘KO’. Juntou linhas à frente da área e tentou ser um ‘muro’. A eficácia foi total, pois o FC Porto revelou-se incapaz de criar desequilíbrios... até ao momento em que apostou tudo, após o intervalo.

4 - Ofensivamente, o FC Porto ‘desapareceu’ depois de chegar ao empate. Por opção ou por necessidade?

Ao contrário do que sucedeu com o Benfica, parece-me que os portistas partiram para uma estratégia de controlo por duas razões: o resultado interessava e a resposta dos encarnados foi tão forte que obrigou os dragões a remeterem-se a um papel de equipa encolhida. O Benfica tinha reservas energéticas e o FC Porto não.

5 - Nuno em momento algum juntou André Silva a Soares. Não o devia ter feito?

Era ao FC Porto que cabia o papel de equipa desafiadora, aquela que ia tentar assaltar o 1º lugar, logo, sim, todas as opções que colocassem a equipa mais forte no ataque, em especial nos últimos 20/25 minutos, deveriam ter sido tentadas. Nuno, ao trocar Soares por André Silva, mostrou que estava satisfeito com o empate. Mas esse desfecho significa... ficar dependente de terceiros para chegar à liderança.

6 - Rui Vitória só fez duas substituições, trocando homens dos corredores. Não foi pouco?

Ao contrário de Nuno, Rui Vitória não tinha um ponta-de-lança extra no banco e esteve sempre com dois no relvado. Logo, com menos acabou por fazer mais, ou seja, tentou agitar as coisas a partir dos corredores, trocando os extremos, procurando com isso que a ‘frescura’ nos flancos pudesse ajudar a desequilibrar.

7 - Algum jogador teve um papel decisivo neste clássico?

Claro que sim! Casillas segurou de forma clara e inequívoca o FC Porto nesta corrida pelo 1.º lugar. Três defesas fantásticas a remates de Jonas e Mitroglou evitaram a derrota que deixaria os portistas numa posição quase irrecuperável a sete jornadas do final do campeonato,

8 - O Benfica sai em clara vantagem para chegar ao tetra?

O tricampeão sai com a vantagem que já detinha: um ponto. Mas num outro aspeto acaba como grande vencedor, é que passa a ser o único conjunto a depender apenas dos seus resultados. Mas... para ser tetra talvez tenha de vencer em Alvalade.

1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.