Caderno de Apontamentos

Jorge Barbosa
Jorge Barbosa Editor chefe

Ruído que não se aguenta

Como se percebe tão bem todo este ruído de fundo e de baixo nível sobre a arbitragem! A voz dos responsáveis dos principais clubes faz-se ouvir e cada um defende a sua dama, colocando os seus interesses no único ponto da agenda. Como se percebe tão bem todo este ruído de fundo e de baixo nível sobre a arbitragem! A história repete-se e renova-se em cada ano, uma história triste e lamentável, em que os principais clubes só se queixam quando sentem na pele o prejuízo, ficando calados que nem ratos quando são beneficiados. Sempre assim foi, assim é, e assim será, e os árbitros, como sempre foi e sempre será, ouvem e calam… até ao dia em que haja coragem para lhes retirar a mordaça.

A arbitragem é um problema, sem dúvida, um problema cada vez mais preocupante, e todas as semanas está no foco da discussão, até pelo peso que lhe é atribuído na decisão dos títulos, se atendermos nas acusações de quem perde – seja através do ‘colinho’ como já foi do Apito Dourado. Não se pode acreditar que os árbitros e os seus assistentes errem de propósito, afinal, os erros já foram muito mais evidentes do que são hoje em dia, e, regra geral, o balanço entre benefícios e prejuízos fica sempre ‘ela por ela’ no que respeita a Benfica, FC Porto e Sporting. Há erros, obviamente que os há, mas na maior parte das vezes só são vistos depois de várias repetições e de ângulos diferentes, e mesmo assim as opiniões divergem.

Este Conselho de Arbitragem, cada vez mais fechado sobre si, também tem responsabilidade na falta de soluções, pois não tem contribuído em nada para resolver os problemas de fundo, ficando a ideia de que pouco ou nada mudou em relação aos tempos de Vítor Pereira. Persistem as nomeações injustificáveis, a grande disparidade de critérios, a fragilidade dos árbitros perante as polémicas, e a falta de transparência nas notas dos observadores. O incêndio está ao virar da esquina, o final de época anuncia ataques de quem não olha a meios para atingir os fins – veja-se a invasão ao centro de treino da Maia e as ameaças diárias aos árbitros nas redes sociais. É altura de o Conselho de Arbitragem dar sinal de vida em defesa do futebol. É altura de os clubes controlarem os seus ímpetos…

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.