Clube dos Pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Boxing Day

Boxing Day é um termo utlizado em Inglaterra para designar um tradicional feriado secular, comemorado no dia seguinte ao dia de Natal. Esse dia é comemorado porque, em tempos longínquos, patrões e senhores presenteavam os seus trabalhadores no dia seguinte ao dia de Natal. Utilizava-se então uma caixa (Christmas Box) com as ofertas.

No Reino Unido, o Boxing Day, além de ser feriado, é também uma data comemorativa do futebol, sendo que ocorre uma rodada completa de todas as divisões do futebol britânico nesta época. Entre o Boxing Day e 4 de janeiro disputam-se três jornadas com 30 partidas da Premier League. Na segunda-feira, dia 26 de janeiro, realizaram-se a maioria dos jogos da 18.ª jornada. Dia 31 de janeiro realizam-se a maioria dos jogos, havendo, inclusive, jogos no dia de Ano Novo, na 19.ª jornada. Entre o dia 2 e 3 de janeiro disputa-se a 20.ª jornada e só haverá um jogo no dia 4 - Tottenham-Chelsea -, e que jogo!

Uma infinidade de jogos que sobrecarrega os futebolistas, desespera os treinadores que consideram um grande esforço, com poucos dias de intervalo entre os jogos, para além dos jogos nas competições europeias e dos jogadores nas respectivas selecções.

Todavia, é tradição e faz parte da cultura inglesa, fazendo as delícias de muita gente que, nesta altura do ano, tem a oportunidade de assistir a vários jogos e ver os seus ídolos ao vivo.

O futebol acelera e abre-se, no final do ano, em Inglaterra. Ao invés, o futebol por toda a Europa e no Mundo pára e fecha-se, parece um Boxing Holiday.

O Manchester United de José Mourinho começa a encarreirar e a carburar. Depois do baque inicial em casa, é algo que já passou à história. Já vai em nove jornadas sem perder e parece querer começar a lutar pelos primeiros lugares. Ibrahimovic leva 12 golos e a adaptação de Pogba e Mkhitaryan enchem de optimismo José Mourinho e os adeptos.

Ibrahimovic parece que lhe fez bem treinar na neve, desnudo, só em calções. Marcou o seu décimo segundo golo e participou nos outros dois. As suas últimas actuações não deixam margem para dúvidas, os seus 35 anos são só no BI, está numa segunda juventude. A sua intenção é mesmo ficar na história do Manchester United - nos últimos sete golos esteve presente: quatro golos e três assistências. O génio está de volta.

O Manchester United continua na sua recuperação. Venceu esta segunda-feira o Sunderland por 3-1. A melhoria de resultados é evidente. Pode não ser suficiente para vencer o campeonato, mas sê-lo-á com certeza para ficar num lugar de acesso à Liga dos Campeões. Na véspera de Ano Novo recebe o Middlesbrough e pode somar nova vitória e aproximar-se dos lugares da frente.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.