Clube dos pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Ronaldo

Ronaldo voltou a não marcar em La Liga. O Ronaldo da Liga dos Campeões não é o mesmo para consumo interno. Só marcou um golo nas cinco partidas que jogou. As primeiras quatro partidas não jogou por sanção, depois de ter empurrado um árbitro. Na Liga dos Campeões, cinco golos em três jogos é muito bom.

Por outro lado, está sempre a gesticular com os colegas e zangado com o jogo por não marcar golos. Talvez tenha de vir atrás buscar jogo e iniciar as jogadas, em vez de ficar sempre à espera de finalizar. Ronaldo tem que mudar de atitude nos jogos da liga espanhola.

Ronaldo pode jogar bem, sem marcar golos. A sua constante ansiedade quando não marca prejudica o seu desempenho e da própria equipa. Ronaldo não tem que marcar sempre.

Esta segunda-feira foi eleito o melhor jogador do Mundo e conquistou este troféu pela quinta vez. Ronaldo é um orgulho nacional. Espero que seja uma motivação para melhorar.

Neymar viveu um inferno no jogo com o Marselha. Sempre que marcava um canto arremessavam paus, latas de coca-cola, sumo de laranja. Todavia, em vez de manter a calma e controlar-se, respondeu às provocações. Poderia ter optado por não marcar os cantos, evitando estar junto aos adeptos do Marselha. Ficou alterado, fora de si, perdeu a sua tranquilidade, paciência e acabou expulso quando o Paris Saint-Germain estava a perder 2-1. A salvação foi o seu aparente inimigo Cavani, que marcou o golo do empate no período de descontos.

Neymar é um grande jogador e sofre muitas faltas dos adversários para ser parado, mas tem que ter outro tipo de comportamento se quer chegar a melhor do Mundo. Tem que estar preparado para este tipo de provocações. Todavia pelo seu custo - 222 milhões -, sabe que tem toda a gente com os olhos postos em si.

José Sá, que esteve hesitante no jogo contra o RB Leipzig, teve de novo a confiança de Sérgio Conceição. Vamos voltar a ter na baliza do Porto um guarda-redes português na senda de Vítor Baía. Casillas terá que se sentar no banco e evitar fazer cenas como fez no Real Madrid com Mourinho e começar a pensar mudar de ares, talvez para os EUA. O seu enorme salário (5 milhões brutos) não ajuda a cumprir o fair play financeiro e a fazer face às debilidades financeiras do Porto.

Miguel Oliveira venceu a corrida de Moto2 na Austrália com uma autoridade impressionante. Arrancou em primeiro e assim se manteve nas 25 voltas da corrida. Ainda vamos vê-lo na MotoGP, que é a categoria rainha.

Valentino Rossi fez uma recuperação soberba, protagonizou uma corrida fantástica, com muita emoção e alterações constantes na classificação, grandes ultrapassagens, toques entre pilotos, felizmente sem consequências. Valentino Rossi foi segundo e Marc Márquez venceu, mas a luta foi espectacular.

Ivo Oliveira é vice-campeão europeu de perseguição, conquistando a medalha de prata na prova de perseguição individual do Campeonato da Europa de Pista.

Rui Oliveira, irmão gémeo de Ivo, conseguiu a primeira medalha portuguesa de sempre em competições de pista na categoria de elite, alcançando o terceiro lugar em eliminação.

*escreve ao abrigo do antigo AO

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0