Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Jorge Jesus

Confesso que nunca fui fã de Jorge Jesus, apesar de achar que foi sempre um bom treinador, as suas tiradas e o seu enorme ego nunca foram por mim muito apreciados. No desporto é preciso saber perder, assim como, saber vencer.

A sua passagem pelo Sporting foi um equívoco e o seu asilo na Arábia Saudita fez-lhe bem, contudo Jorge Jesus aprecia estar na ribalta e viver sobre pressão. Ao rumar ao Brasil foi um risco, mas saiu-se muito bem. A hostilidade dos brasileiros quando se trata de portugueses é o habitual, mas tiveram que se render à realidade. O Flamengo com muitos jogadores brasileiros oriundos de campeonatos europeus como Rafinha, Filipe Luís e Gabigol, mais o seu rigor, metodologia de treino e capacidade de liderança levaram o Flamengo quase ao céu. Só faltou vencer o Mundial de Clubes, todavia contra o Liverpool perderam no prolongamento e caíram de pé.

Jorge Jesus ficou consagrado como um enorme treinador e pouco a pouco com a sua táctica, com o seu toque, com a sua pressão a toda a largura do campo, surpreendeu e demonstrou que sabe jogar bom futebol, elevando o nível do futebol sul-americano, que é desprezado pelas suas picardias, indisciplina e falta de rigor. O Flamengo de Jorge Jesus tem personalidade e não se intimida com nenhum  adversário.

Equipas brasileiras como o S. Paulo ou Flamengo poderiam ser campeãs na liga portuguesa, italiana ou francesa, mas ainda não têm argumentos para uma liga inglesa, espanhola ou alemã. Todavia essa diferença pode estar a esbater-se com a ida de treinadores europeus para o futebol sul-americano.

O seu trabalho dignifica o futebol português e abre as portas a outros treinadores portugueses tentaram a sua aventura no Brasil, assim como , há uns anos atrás Mourinho com os seus êxitos abriu as portas a treinadores portugueses por esse mundo fora.

O Presidente da República vai condecorar, com a Ordem do Infante Dom Henrique, Jorge Jesus pelos resultados que alcançou, tanto no Brasil, ao serviço do Flamengo, como em Portugal.

Fernando Pessoa dizia, "o homem é do tamanho dos seus sonhos" e Jorge Jesus venceu o desafio e foi campeão no Brasil e Campeão da América, só não conseguiu ser campeão do Mundo, mas teve na final com grande nível exibicional.

Luís de Camões utilizou a palavra inveja de uma forma indelével, os portugueses são muito invejosos, mas temos que dar valor e reconhecer o valor de Jorge Jesus. Ronaldo é o expoente máximo da inveja dos portugueses.

Quem tiver inveja que trabalhe e faça pela vida para conseguir o que conquistou. Melhor do que ele só José Mourinho.

Fundador do Clube dos Pensadores

*escrevo ao abrigo do antigo AO

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.