Clube dos Pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Real Madrid

O Real Madrid sempre teve os melhores jogadores, a começar por Ronaldo e tantos outros. O talento dos seus jogadores faz a diferença e o lema é vencer custe o que custar. Por vezes tem sorte como foi a final da Supertaça contra o Atlético de Madrid, a lotaria dos penáltis ditou a sua vitória.

Este sábado contra o Valência de Lopetegui, ex-treinador do Real Madrid que foi despedido porque não vencia, o Real Madrid foi escandalosamente favorecido ao ver o árbitro e o VAR anularem um golo limpo numa jogada normal na área com empurrões e contacto físico.

Em Espanha como em Portugal, os clubes grandes são favorecidos de uma forma vergonhosa.

O Real Madrid procura vencer sempre, mas nem sempre o pode conseguir desportivamente, então, entram os factores exteriores ao jogo.

Tenho seguido amiúde os jogos do Real Madrid, quando saiu o Ronaldo deixei de ver, contudo com Zidane esta época tem jogadores que aprecio como Vinícius ou Valverde que fazem a diferença. Vinícius pelo seu virtuosismo e rapidez, Valverde pela sua força física, leitura de jogo e capacidade de recuperar a bola.

O Valencia encostou às cordas o Real Madrid parece que vinha da ressaca da sua vitória na Supertaça, o golo mal anulado foi um alívio.

A verdade do jogo ficou manchada com a anulação do golo a De Jong, por pretensa falta antes de Gudelj sobre Militão. Eu vi o lance repetido várias vezes. A acção é o habitual na área, não vislumbrei nenhuma falta.

Se o golo é validado, a sorte do jogo poderia ter sido outra. O golo aconteceria pouco antes do intervalo.

Para uma equipa com menor poderio que o Real Madrid anular um golo destes é uma frustração e animicamente deita qualquer equipa abaixo.

No futebol passam-se coisas que nos podem surpreender, mas aquela jogada nada aconteceu de transcendente. O golo foi anulado porque se tratava do Real Madrid.

Deste modo, Lopetegui não se pôde desforrar de ter um resultado positivo contra o seu antigo clube. O Real Madrid segue de vento em popa mesmo sem Ramos, Bale e Valverde.

2- O futebol italiano com a chegada de Ronaldo está na moda, agora com Ibrahimovic vai continuar ainda mais na moda. O Milan venceu a Udinese num jogo disputado pelas 11h30, por interesses comerciais no Oriente, China à frente, pois, a diferença horária é de pelo menos 8 horas. O Estádio Giuseppe Meazza, também conhecido como San Siro, esteve cheio com capacidade para 80.000 pessoas e nota-se o efeito Ibrahimovic, que não marcou, mas esteve em evidência.

3- O Tottenham de Mourinho frente ao Watford quase que ganha, mas podia ter perdido. O Watford teve um penálti a seu favor e Lamela no final do jogo podia ter marcado, mas a bola não transpôs totalmente a linha de golo. Foi pena! Mourinho anda com azar, mas ainda tem hipóteses de chegar ao 4.º lugar que dá acesso à Champions. Esta 4.ª feira lá ganhou contra o Norwich, último classificado.

4 – O Benfica venceu o Sporting porque tem inúmeras soluções e Rafa é o exemplo disso. O Porto perdeu ante o Braga, mas só tem que se queixar de si próprio. Falhar dois penáltis não lembra ao diabo. O final do jogo Braga-Sporting, para a Taça da Liga, foi lamentável! Mathieu passou-se e o jogo descambou em discussões, empurrões e expulsões, parecia uma batalha campal. Esta imagem do futebol português é péssima, se não houver mão pesada nestas situações quem perde é o futebol e o espectáculo.

 

Fundador do Clube dos Pensadores

*escrevo ao abrigo do antigo AO

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0