Clube dos pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Atlético Madrid

Assisti este fim-de-semana ao jogo de futebol Barcelona - Atlético Madrid pela televisão na Sport TV. O Barcelona venceu 2-1. Mas vi um Atlético Madrid a dar uma lição de dignidade e postura, diria sublime. O Atlético, perante a expulsão de Filipe Luís por uma entrada a destempo e feia sobre Messi no final da 1.ª parte e na 2.ªparte a partir da expulsão de Godin, ficou reduzido a 9 jogadores.

O Atlético é uma equipa que sabe estar e com uma atitude digna de verdadeiros guerreiros que podem cair, mas de pé. Perder assim, não custa tanto, em vez do desânimo cria forças para futuros confrontos.

O Atlético Madrid com Simeone tem uma personalidade avassaladora em que esgrime as armas que têm em quaisquer circunstâncias. Nunca deixou de procurar o empate apesar de reduzido a 9 jogadores.

O Barcelona na 1.ª parte a jogar em casa foi vulgarizado e esteve a perder 1-0. O Atlético joga num 4-4-2 muito versátil, em que os seus jogadores são tão agressivos ofensivamente como contundentes na defesa. Fazem um jogo intenso, bem fechado e numa entre-ajuda notável. Por outro lado, para além da alta pressão que fazem sobre o adversário, desde a área contrária, chegando por vezes a fazê-la sobre o guarda-redes adversário, saem excelentemente para o contra-ataque. Em que se destaca para além de Griezmann, Carrasco que explica a não titularidade de Jackson Martinez.

Não é fácil atacar o Atlético, nem para o Barcelona a jogar em casa. A sua atitude intimidatória na defesa, passando por vezes o limite é uma constante levando por vezes a expulsões, foi o caso no jogo com o Barcelona.

Fiquei com a sensação que se o Atlético jogasse até ao fim com 11 jogadores o final poderia ter tido outra história.
Com menos um é complicado, mas com menos dois ainda é mais difícil. Com 11 jogadores poderiam ter lutado pelo empate ou pela vitória. Contudo nunca baixaram os braços. Foi uma grande réplica perante o Barcelona a jogar em casa.
O Atlético Simeone é um exemplo, como se deve lutar contra a adversidade e estar em campo. Este Atlético de Simeone é uma equipa com orgulho e com personalidade. Sabe pressionar em todo o campo, tem um jogo posicional notável.

Vou seguir com propósito esta equipa do Atlético Madrid que contínua em 2.º lugar na Liga espanhola. Apesar de ter perdido está a três pontos do Barcelona e à frente um ponto do Real Madrid.

Nota: Amor com amor se paga. Carrillo foi para o Benfica. Está consumada a vingança do Benfica pela troca de Jorge Jesus. Quem ri por último ri melhor, o problema, é que esta rivalidade não vai ficar por aqui.

1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.