Clube dos Pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

França: futebol com adeptos

Os franceses são únicos e têm a mania que são diferentes. A França que num primeiro momento da pandemia cancelou a sua liga, agora, decide fazer uma fuga para a frente, autorizando a realização de um jogo de futebol com 5.000 adeptos, em que o PSG jogou com o Le Havre.

O jogo teve pouco interesse, em vez de se falar de Mbappé ou Neymar toda a atenção esteve focada nos adeptos. Muitos adeptos não guardaram a distância de segurança, não estavam com a máscara obrigatória para se entrar no recinto. Este é um mau exemplo e pensar-se em aumentar a percentagem de adeptos não acho boa ideia. Uma multidão é incontrolável, antes de haver adeptos nos estádios é preciso consciencializar e informar devidamente as normas e postura dentro dum estádio nesta época de pós-Covid-19.

O fecho puro e simples da liga francesa foi precipitado, agora que o PSG está na Champions, precisa de jogar porque está sem rodagem de competição. Do mesmo modo, permitir-se adeptos num jogo de futebol é precipitado e sem nexo.

A França é um paradoxo neste tipo de decisões e acreditar que vai dar certo. Veja-se o que passou na Sérvia com o torneiro organizado por Djokovic! Uma barraca de todo o tamanho, em que houve imensos infectados com coronavírus, a começar pelos jogadores de ténis e o torneiro teve que ser cancelado.

A França é perita em viragens, foi uma surpresa porque outros países seguem jogando sem público: Espanha, Portugal, Alemanha, Itália ou Inglaterra. Esta aposta em ter de volta o futebol com público pode sair caro ao futebol francês e por ricochete ao futebol mundial. Agora a França autoriza o acesso a espectadores num amistoso, apesar de ser o único país a cancelar um grande campeonato na Europa pela Covid-19!

Espero bem que a fase final da Champions em Lisboa não tenha público. Eu gosto de futebol e futebol com público, sempre disse aqui neste espaço que falta algo essencial.

Mas temos que ter juízo e não ceder à paixão, mas sim à razão. Champions sim, mas à porta fechada.

Convém lembrar que há quase 12, 5 milhões de pessoas contagiadas por coronavírus no Mundo, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o número de mortos ascende a 560.000.

Portugal tem cerca de 47. 500 infectados e 1. 676 óbitos, no dia 15 de Julho. Não estamos mal, comparados com outros países, mas prudência é o que se pede.

 

Nota: parabéns ao FC Porto que se adaptou muito bem neste tempo de pandemia e foi um justo campeão. O Benfica nesta parte final oscilou muito e o Sporting deu boas indicações para a próxima época.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0