Clube dos Pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Porto

Os meus amigos tentam adivinhar qual é o clube da minha preferência. Contudo, actualmente, não sou adepto de nenhum clube, a não ser da selecção nacional, isso, dá-me uma liberdade de dizer o que penso em cada momento, não alinhar em linhas clubísticas que não aprecio e acho um atentado à minha inteligência. Se achar, que o Porto jogou bem, não tenho problemas em dizê-lo, assim como, o Sporting ou o Benfica. Ao invés, já critiquei o Porto, o Benfica e o Sporting e fui brindado, aqui no RECORD, com comentários diabólicos e de uma agressividade atroz. Mas, é para o lado que durmo melhor. Podemos discordar sem entrar em ataques pessoais e picardias sem nexo. Um dos males do futebol português é a dificuldade que os adeptos têm em aceitar que o futebol é um jogo e que há perder, empatar ou ganhar. Ao contrário a grande maioria dos adeptos, entende como um jogo de vida ou de morte.

O início do campeonato mostrou um Benfica em grande, mas o Paços de Ferreira esteve na 2.ª parte a jogar somente com 10 jogadores. A euforia está instalada, todavia, o treinador Bruno Lage, com personalidade e postura que admiro, limitou-se a afirmar que, se tratou de mais um jogo. O Benfica vem de uma vitória robusta de 5-0 sobre o Sporting na Supertaça. Vi esse jogo, mas o resultado é enganador, até à fífia da defesa do Sporting que deu o 2-0 ao Benfica, o Sporting não foi inferior, mas a partir daí foi-se abaixo anímica e tacticamente e não perdeu por mais por muita sorte. Convém os benfiquistas não entrarem em euforias excessivas, o campeonato ainda agora começou. O Benfica está a jogar bem, mas o Porto e o Sporting estão a jogar mal, mas vão melhorar.

Quando joga uma equipa portuguesa contra uma equipa estrangeira sou sempre pela equipa portuguesa. O Porto jogou esta 3.ªfeira na pré-eliminatária da Liga dos Campeões. Foi pena, porque perdeu a eliminatória, apesar de ter empatado 3-3 nos dois jogos, os golos fora contam a dobrar.

O Porto perdeu o jogo na 1.ªparte em que se balanceou excessivamente no ataque, pensando que resolveria a eliminatória, mas foi surpreendido no contra-ataque. Sofreu dois golos de rajada, e a seguir, o terceiro golo. Não sofreu mais porque Marchesín, é um belíssimo guarda-redes.

Este afastamento prematuro do Porto na Liga dos Campeões é mau para o futebol português e para a vida desportiva do Porto. É nestas ocasiões que me vem à mente que a liga do futebol português vale muito pouco na Europa, só permitindo a entrada directa do clube campeão.

Mesmo que o Porto tivesse passado esta eliminatória para chegar à fase de grupos teria que se ver com outra equipa. E, como sabemos é sempre complicado, como se viu passar. Hoje em dia o futebol não tem segredos e qualquer equipa mostra uma qualidade e nível assinaláveis.

Tenho pena por Pepe, que fez um excelente jogo, e por Pinto da Costa que não merece passar por isto, depois de grandes glórias.

O Sérgio Conceição com o seu estilo lutador, mas, por vezes exagerado criando inúmeros problemas tem a vida difícil no futuro. Não percebi a questão com Danilo, mas também não é para eu perceber. O que sei é que a autoridade e o respeito conquistam-se não se impõem. A sua maneira de ser com sobranceria e excesso de confiança deu nisto. Em vez de atacar desenfreadamente, se jogasse pelo seguro e sem excesso de confiança, poderia ter resolvido a eliminatória. O seu primeiro desígnio ficou pelo caminho.

Eu, sinceramente, gostava muito que José Mourinho voltasse ao Porto, está sem clube e deixou uma saudade e um prestígio inalcançáveis por qualquer outro treinador.


Fundador do Clube dos Pensadores
*escrevo ao abrigo do antigo AO

14
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.