Clube dos Pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Real Madrid romano

O Real Madrid, com a derrota em Eibar por um contundente 3-0, afundou-se, de novo, deu mostras que se ia levantar com Solari, havendo mais tranquilidade, mas as coisas estão a complicar-se. As notícias vindas a lume sobre um hipotético doping de Sergio Ramos agudizam um problema que não parece ter solução.

Podemos mesmo falar depois de todas estas peripécias que está no ar o fim de ciclo, com a saída de Ronaldo esse fim precipitou-se.

O Real Madrid tinha um teste brutal com a Roma para a Champions, não há dúvida que ainda tem muita qualidade, mas precisava de encontrar-se a si próprio e vislumbrar um caminho.

O Real Madrid precisa de um período de adaptação sem um jogador determinante como Ronaldo. Já não mandam nas partidas, por vezes, há falta de atitude e sem intensidade é uma equipa vulgar.

No fim de contas o problema não era só de Lopeteghi, vai muito mais além, a menos que a Champions volte a salvar a época do Real Madrid.

No campeonato a diferença para o líder Sevilha, surpreendentemente, já é de 6 pontos e não é maior em relação ao Barcelona (5 pontos) e Atlético (4 pontos) porque têm tido alguma irregularidade.

A diferença entre Eibar e Roma foi notória. Em Eibar não tiveram espaço e nada funcionou, em Roma tiveram a bola, souberam sofrer e depois mataram o jogo.

O jogo com a Roma foi o regresso do orgulho ferido do Real Madrid. A realidade diz-nos que o Real Madrid nos próximos tempos põe em jogo o seu futuro para vencer troféus.

Este jogo com a Roma foi crucial para assegurar a passagem aos oitavos-de-final da Champions, já está apurado pode respirar e levantar a cabeça.  Qualquer deslize será fatal, não pode perder mais jogos em nenhuma competição para embalar.

Está para chegar o Mundial de Clubes, mas é algo menor, mais para propaganda e publicidade.

O Real Madrid vive momentos complicados e apesar da ausência de Ronaldo, passados 5 meses vive-se uma realidade de sufoco e sofrimento, nada que não estivesse na mente das pessoas que seguem o Real Madrid pelas opções desconexas do seu presidente Florentino Pérez.

Só os jogadores o podem salvar e foi o que aconteceu esta 3.ªfeira contra a Roma e a sua vitória (2-0) mostrou outro Real Madrid que segue com pretensões.

Nota: O Benfica foi um desastre, tem que haver mudanças, mas apesar de tudo vai à Liga Europa. O Porto honrou o futebol português na Champions.

 

Fundador do Clube dos Pensadores

*escrevo ao abrigo do antigo AO
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade