Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Ronaldo: adiós Madrid

Agora que acabou o Mundial para Portugal e há as merecidas férias, Ronaldo vai decidir o seu futuro. A saída de Zidane ajudou a que Ronaldo pense seriamente em deixar o Real Madrid. O seu empresário e amigo Jorge Mendes tem estado a tratar do assunto e a Juventus tem estofo para adquirir Ronaldo para as suas fileiras.

A Juventus vai dar início às negociações com o Real Madrid, já, que com Ronaldo as coisas estão acertadas. Tudo indica que não vai ser accionada a cláusula de rescisão de 1.000 milhões de euros e Ronaldo pode ir ganhar o que acha consentâneo com o seu valor: 4 épocas, até 2022, por 120 milhões de euros, em cada ano, vai ganhar 30 milhões de euros.

O futebol italiano é a melhor opção, em Itália há outra mentalidade em relação à idade de um jogador de futebol, o patrão da Juventus Andrea Agnelli entende que Ronaldo, apesar de ter 33 anos, está nas suas perfeitas condições físicas e pode ajudar a Juventus a ser campeã europeia.

Só, tenho pena que tenha saído Buffon da Juventus, seria um prazer ver jogar os dois na mesma equipa.

Ronaldo se for para a Juventus é a melhor decisão para si. Florentino Pérez só vê dinheiro e liga pouco a jogadores, é um mercenário diplomata do futebol, sentimentos é coisa que não existe para os lados de Santiago Bernabéu. Os seus amigos são os troféus, ganhar e bons negócios, o resto não conta. Não é elegante estar sempre a falar-se de Neymar sabendo que Ronaldo continua no topo.

Florentino Pérez é muito orgulhoso, ficaria muito mais barato e preferível dar um pouco mais de dinheiro a Ronaldo e mantê-lo, do que gastar milhões por Neymar, com um risco enorme pela sua infantilidade e instabilidade mental, ou comprar Mbappé em que o risco é menor, mais novo e sem manias, mas não consegue marcar 40 golos em 40 partidas de futebol.

Florentino Pérez pensa que o Real Madrid está acima de tudo, viu-se na forma como contratou Lopetegui, ignorando o efeito na selecção espanhola.

Os espanhóis nunca aceitaram que um português (Ronaldo) fosse melhor do que eles e, ainda por cima, o melhor do Mundo. Por isso, antes que o mandem embora ele sai pela porta grande e vem embora pelo seu pé. O Real Madrid com Lopetegui não vai longe e vai ter uma época de transição complicada. Não vai ser fácil substituir Ronaldo.

Recentemente Simeone disse a propósito da comparação Messi- Ronaldo: "Messi é muito bom, mas é muito bom porque está acompanhado de extraordinários futebolistas. Se tens que eleger entre Messi e Ronaldo para uma equipa normal quem elegerias? A Marca fez uma consulta e 61% numa votação de 180.000, dá razão a Simeone, escolhem Ronaldo. Messi recolheu apenas 31%.

Ronaldo é mais determinante, completo e adapta-se melhor a jogar em qualquer equipa: brilhou no Manchester United, no Real Madrid e na selecção portuguesa. Messi fica-se pelo Barcelona.

Ronaldo não era feliz em Madrid parece que tinha que estar sempre a provar, o quanto é bom. Todas as semanas se falava num seu substituto. Ronaldo é um solista como Ibrahimovic, a sua grandeza e diferença, em relação a Messi, é que marca golos por quem joga e com quem se defronta, sempre com o seu ego em alta e uma personalidade enorme.

Ronaldo é um líder que consegue, só por si, catapultar uma equipa. Messi precisa que tudo gire à sua volta.

Não duvido que Ronaldo vai brilhar na Juventus.


Fundador do Clube dos Pensadores

*escrevo ao abrigo do antigo AO

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais