Clube dos pensadores

Joaquim Jorge
Joaquim Jorge Fundador do Clube dos Pensadores

Ronaldo reapareceu

Este sábado segui o jogo Real Madrid - Atlético de Madrid com bastante interesse, para ver até que ponto Ronaldo está bem ou assim- assim.

Ronaldo esta época tem seguido um plano de descanso, doseando o seu esforço ao longo da época, para nos momentos decisivos aparecer em pleno. Ronaldo não fez a pré-temporada por lesão, do seu joelho, na final do Europeu. Começou mais tarde, por outro lado, é importante prevenir lesões musculares. Ronaldo para além da ponta final da Liga Espanhola, vem a fase decisiva da Liga dos Campeões e terá que disputar a Taça das Confederações por Portugal. Até agora temos tido um Ronaldo em modo diesel.

Toda a gente segue de perto o desempenho de Ronaldo, agora com 32 anos, há a expectativa de saber se consegue manter o rendimento fantástico dos últimos anos. Mas não será possível! Teremos um Ronaldo de sempre a espaços.

Esta temporada Ronaldo mudou o seu plano de actuação, organizando ciclos de trabalho específico, para alcançar o topo de rendimento quando mais o Real Madrid precisa. Todavia já não consegue ser, a época toda, o Ronaldo de sempre. Tem jogado menos minutos, faz menos remates e marca menos golos.

Todavia não se pode dizer que esteja no declive ou no ocaso da sua carreira. Apesar de não ter o desempenho de outrora é ainda um monstro do futebol comparado com outros. A sua suposta decadência até ao jogo com o Atlético de Madrid: 40 partidas com o Real Madrid e pela selecção portuguesa e marcou 36 golos.

São marcas excepcionais, mas se comparamos com o Ronaldo de anos anteriores, não são. O ano passado pelo Real Madrid em 40 partidas marcou 42 golos, este ano em 35 partidas marcou 26 golos.

Vamos continuar a ter um Ronaldo muito importante, mas não com a dose brutal de golos e de explosões em campo. Um jogador menos explosivo mas a continuar importante, quer no Real Madrid, quer por Portugal.

No jogo contra o Atlético de Madrid jogou a espaços e sem o fulgor de outros tempos. O Real Madrid acabou por empatar e Ronaldo não marcou.

Esta 4.ªfeira Ronaldo, na Liga dos Campeões, reapareceu: marcou um grande golo contra o Bayern de Munique, provocou a expulsão de Javi Martinez e ajudou imenso com o seu 2.ºgolo. O Real Madrid reencontrou-se depois de estar a perder e ficou com um pé nas meias-finais. Ronaldo fez jus à sua fama e atingiu a marca de 100 golos em competições europeias.

Ronaldo vai continuar a ser determinante, mas a espaços e nem sempre. No futuro teremos um Ronaldo a vencer troféus mais colectivos e menos individuais.


*escrevo ao abrigo do antigo AO
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade