Números da Liga

Luís Avelãs
Luís Avelãs Jornalista

Quentes duelos de Vitórias

É histórica a rivalidade entre os dois principais clubes de Guimarães e Setúbal. Não tanto por desde sempre terem sido emblemas da segunda linha do futebol nacional – logo atrás dos três grandes – , mas essencialmente devido à disputa particular dos seus adeptos para reivindicar, em exclusivo, a utilização do nome Vitória sem, de seguida, acrescentar o nome da cidade, algo normal no resto do país...

Coincidência ou não, esta temporada os embates entre as duas equipas foram dos mais ‘rasgadinhos’ da Liga. Ambos terminaram empatados (2-2) depois dos visitantes começarem na frente; houve penáltis nos dois e, no final, registava-se o mesmo número de cartões: 13. Sim, não há engano, em cada um dos duelos os árbitros (Tiago Martins e Nuno Almeida) foram obrigados a distribuir cartões em série, ficando perto do recorde da época (14, no Marítimo-Tondela da 6.ª jornada). Acabaram por ser mais prejudicados os sadinos que, entre as 26 sanções, receberam 19 (16 amarelos e 3 vermelhos), distribuídas por 14 futebolistas. No último encontro, entretanto, os pupilos de Quim Machado estabeleceram dois recordes na temporada: máximo de cartões (12) e amarelos (10) num só jogo... Apenas quatro jogadores (Ricardo, Cissé, Dani e Miguel Lourenço) passaram pelo jogo sem ser alvo de sanção disciplinar.
Já os minhotos, feitas as contas, apanharam somente com 7 amarelos nestes dois jogos. Nada mau face ao homólogo sadino... 

Paradoxalmente,nenhum dos desafios teve um número de faltas especialmente elevado, apesar do último ter ultrapassado consideravelmente a média (31,68). Em Setúbal, aliás, apenas foram assinaladas 24. Em Guimarães, o total ascendeu a 40, mas na competição (198 embates já realizados) existem 15 partidas com mais infrações e outras oito com as mesmas quatro dezenas.

Curiosamente, o V. Setúbal esteve no encontro com mais faltas da Liga (46). Aconteceu em Tondela, aquando da 14.ª ronda. E também participou no segundo embate com mais infrações (45), em Vila do Conde, perante o Rio Ave, na jornada 20.

Sabia que...

Arouca e Sp. Braga são as únicas equipas que ganharam nas derradeiras duas jornadas? Os minhotos não perderam nos últimos cinco jogos, enquanto os arouquenses não quebram há três embates.

O U. Madeira é a única formação que perdeu nas três últimas rondas? Os insulares tiveram fase idêntica quando cederam nas jornadas 8, 9 e 10.

O Belenenses não chegou às 10 faltas nos últimos dois jogos? Fez 8 na ronda 21 e 7 na 22. Curiosamente, isso aconteceu num jogo muito mau (derrota caseira com o Benfica por 5-0)e noutro muito bom (vitória em Moreira de Cónegos por 3-2).

A jornada 22 teve 8 penáltis? Trata-se do maior pecúlio numa ronda esta temporada, embora em igualdade com o sucedido na jornada 13. P. Ferreira (2+2), Sporting (1+2), Moreirense (1+1) e V. Guimarães (1+1) beneficiaram de castigos máximos nas rondas em causa.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais