Record

Norberto Santos

Norberto Santos
Ingressou no jornal "Record" em 1993, onde foi editor das modalidades, passando em 2003 a redator principal, tendo exercido este cargo até Janeiro de 2018. Trabalhou em outros jornais, nomeadamente "O Mundo Desportivo", "A Bola" e "Expresso". Tornou-se especializado em atletismo e ténis e em assuntos ligados ao movimento olímpico. Desde o final dos anos 70 tem colaborado em várias revistas e publicações: "Revista Atletismo", "Jornal do Ténis", "Ténis Europeu", "Mundo do Ténis", "Ténis Portugal" e "Ténis Magazine". Cobriu vários acontecimentos relevantes como Campeonatos do Mundo e da Europa de Atletismo ao longo de três décadas, assim como quatro edições dos Jogos Olímpicos (Seul, 1988, Barcelona, 1992, Atlanta, 1996, e Atenas 2004).Foi distinguido pelo Comité Olímpico de Portugal com o prémio de "Melhor Reportagem", em 2003, por ter feito uma série de reportagens "Os Campeões na Reforma", publicadas no "Record". Em 2012 recebeu o prémio "Personalidade do Ano", ligado à imprensa, na Gala da Confederação de Desporto de Portugal por proposta da Federação Portuguesa de Ténis. Em 2016 e em parceria com a Cofina foi o autor do livro "Os Nossos Medalhados", retratando histórias dos olímpicos portugueses desde a primeira presença portuguesa.

Artigos

Artigos

Pub

Publicidade

Cronistas Record

C-Studio