De olhos na bola

Octávio Ribeiro
Octávio Ribeiro Jornalista

É o Estado deste sítio

É tempo do Estado, que nos representa a todos, assumir até ao fim as suas responsabilidades para com as claques dos clubes. Como só falta pagar-lhes o espetáculo, avancemos então. Se já pagamos balúrdios na pastagem policiada destas hordas, se aceitamos semanalmente a criação de corredores de passagem e áreas de pousio onde as normas que regem a nossa sociedade são ignoradas mesmo pelos polícias, é tempo de ir até ao fim. É preciso apoiar e subsidiar o fenómeno.

Quem dirá que a ópera a ecoar no São Carlos, ou todas as sinfonias que resplandecem na Casa da Música são mais relevantes para a cultura portuguesa do que os urros de ódio das nossas queridas claques? É preciso um subsídio da pasta da Cultura. Deve ser pago em dinheiro vivo e entregue em mão aos cabecilhas de cada organização. Sempre que os artistas apareçam com uma obra nova, cantada em público, como os recentes casos das novas líricas sobre uma tragédia aérea ou um homicídio hediondo, o subsídio deve ter tal em conta. Na direta proporção do reforço policial ditado pelos jogos de alto risco, a verba de incentivo ao canto coral merece ser aumentada. Se nenhum responsável político se indigna ou vai além da cobardia, então só falta mesmo o subsídio cultural, para fechar o ciclo da desvergonha em torno das claques.

Para toda esta guerrilha urbana, pagamos e continuaremos a pagar. Pela segurança dos espectadores comuns, tememos e continuaremos a temer. Some-se às claques, um bando de pirómanos a girar em torno de cada presidente de clube, incendiando redes sociais, propagadas facilmente aos programas de televisão, e fica construída a bomba. O futebol é o espelho da sociedade, ditou o grande Albert Camus. Com toda a razão, como se vê no caso português.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais