Dentro do balneário

Paulo Futre
Paulo Futre

As bolas de Totti e Shevchenko

Em primeiro lugar quero dar os meus parabéns ao Sporting e SC Braga pela passagem à fase de grupos da Champions League e Liga Europa. Os leões, com a grande vitória de quarta-feira na Roménia, juntam-se ao Benfica e FC Porto. E Portugal, nesta edição 2017/18 da melhor e mais prestigiosa competição do Mundo de clubes, volta a estar representado na elite do futebol europeu pelos três grandes, o que é maravilhoso.

Como sou um português à antiga fico sempre feliz com o êxito das equipas portuguesas no estrangeiro. Antes do sorteio de quinta-feira tinha esperança de que os grupos iam ser acessíveis e que finalmente Portugal ia conseguir meter as suas três equipas nos oitavos-de-final da Champions League. Até para o Sporting, que tudo indicava que podia ser o mais prejudicado, por estar no pote 4, tinha ilusão que lhe tocasse o Shakhtar do pote 1, Sevilha do pote 2, e Basileia do pote 3, o que seria espetacular. Os dois responsáveis de tirar as bolas dos potes eram os fenómenos Francesco Totti e Shevchenko e a energia positiva de ambos nunca se aproximou nem de perto dos clubes portugueses, especialmente do Sporting.

Se a missão dos leões para estarem nas melhores dezasseis equipas da Europa da época passada era supercomplicada, porque tinha de eliminar o Real Madrid ou o Borussia Dortmund, incrivelmente o sorteio deste ano ainda foi mais cruel com o Sporting e o nível de dificuldade para estar nos ‘oitavos’ subiu bastante, porque a Juventus hoje é superior ao Borussia e o outro tubarão é o Barcelona.

É normal que meio Mundo diga que Sporting e Olympiacos lutarão entre eles para entrarem na Liga Europa, porque nem com um milagre podem ficar em primeiro ou segundo do grupo, mas eu por experiência própria não posso dizer isto. Na final de Viena da Taça dos Campeões Europeus entre o Bayern Munique e FC Porto, em 1987, aconteceu a maior ou uma das maiores surpresas da história desta competição, o Mundo também dizia o mesmo, que os dragões nem com um milagre podiam ganhar aquele jogo aos alemães, mas todos estavam enganados e o FC Porto foi campeão da Europa. Como estava lá e fui um dos protagonista sei que a missão do Sporting é superdifícil, mas não impossível. O Messi e companhia estão noutro planeta futebolisticamente falando e seguramente serão primeiros do grupo, mas os jogadores da Juventus vêm de perder a final por 4-1 com o Real Madrid, e se têm a infelicidade de terem uma escorregadela nos primeiros jogos, a pressão que começarão a ter será infernal, porque seria um escândalo os italianos não passarem à fase seguinte. Por outro lado, os leões vão jogar todas as partidas sem pressão, sem medo e sem nada a perder, e vão desfrutar mais que nunca da sua profissão. Nestas ocasiões as virtudes de cada um podem sair todas cá para fora e a equipa fazer jogos de sonho. Sem dúvida de que a tarefa do Sporting para estar nos ‘oitavos’ é complicadíssima, mas não impossível; a este nível não há impossíveis.

Por outro lado, FC Porto e Benfica não apanharam tubarões como o Sporting, mas não podem sorrir. Os dragões, juntamente com Monaco, Besiktas e RB Leipzig, fazem um dos grupos mais equilibrados e qualquer um deles pode ser primeiro, mas também último. E às águias tocou-lhes o Manchester United, que teoricamente deverá ser o primeiro de grupo. Apesar de o plantel de Rui Vitória ser melhor que o Basileia e CSKA Moscovo, estes são dois rivais perigosos que podem complicar a vida em qualquer momento, e jogar na Rússia nunca é fácil.

Como sonhar não custa, vou continuar a sonhar que em fevereiro as três equipas portuguesas estarão a disputar a eliminatória dos oitavos-de-final da Champions League. Muita sorte para os três e também para o SC Braga e Vitória SC.

CALDEIRADA DA SEMANA

Diego Costa e Conte

A novela do verão continua. Esta semana, o brasileiro, numa entrevista à MC News, disse isto: "A mensagem de Conte? Foi um momento de loucura. Pode acontecer, mas achei que foi desrespeitoso. Sempre pedi para falar cara a cara com o treinador e com a direção, nunca lhes enviei mensagens, por isso esta situação mostra o tipo de pessoa que ele é." Dois dias depois, o jornal alemão ‘Bild’ deu esta notícia: "Mesmo tendo sido campeão na época passada, os dias de Conte no Chelsea podem estar perto do fim. Um dos fatores que poderá levar ao despedimento do treinador é a forma como dispensou Diego Costa."

NÓS LÁ FORA

Genial dentro e fora do campo

O Ronaldo, esta quinta-feira, ganhou pela terceira vez, depois de 2014 e 2016, o prémio do Melhor Jogador da temporada da UEFA. Mas o Cristiano para mim também ganhou o prémio do bom humor. As cerimónias da UEFA são programadas ao mínimo detalhe, muitas delas são tensas e aborrecidas com perguntas de fácil resposta, para que tudo seja perfeito e ninguém saia do protocolo. São cerimónias anti-sentido de humor. Mas quando a apresentadora faz a pergunta habitual a Cristiano (qual o seu golo mais especial na prova), o CR7 rompeu com o protocolo e mostrou a todos aqueles que não conheciam o seu sentido de humor, quando respondeu com todo o carinho e respeito, dando um toque no braço de Buffon que estava ao seu lado: "O último que marquei a este velho aqui." Que grande é o Bicho dentro e fora do campo.

ALBÚM DE RECORDAÇÕES

"Mano, posso ficar com o n.º 9?"

Ibrahimovic contou o diálogo com o futuro parceiro de ataque nos red devils. "Lukaku chamou-me e disse: ‘Mano, posso ficar com a camisola 9?’. Respondi: ‘Não sou desses que te vai complicar a vida, só quero que te sintas bem-vindo e sejas feliz, portanto vou dar-te a 9 e eu ficarei com a 10. É assim que faremos." Automaticamente pensei no escândalo que foi aquele primeiro jogo da época 1995/96 entre o Arsenal e o West Ham, quando a três minutos de entrar em campo deram-me a camisola 16 e não a 10 como estava acordado e disse ao presidente para jogar ele com a 16. O Lukaku teve coragem, mas se o Ibrahimovic já estivesse bem fisicamente...

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.