Dentro do balneário

Paulo Futre
Paulo Futre

Este homem é indestrutível

A bombástica notícia foi publicada no dia 13 de junho: "O Ministério Público de Madrid acusa Cristiano Ronaldo de ter, de forma consciente, criado uma sociedade para defraudar o Fisco espanhol em 14,7 milhões de euros. O futebolista português é acusado de quatro delitos contra os cofres do Estado, cometidos entre 2011 e 2014, que contabilizam uma fraude tributária de 14.768.897 euros. Segundo a Fazenda espanhola, o madeirense poderia ter cometido um delito fiscal em 2001, que é penalizado com um mínimo de um ano de prisão. Além disso, os delitos fiscais agravados de 2012, 2013 e 2014 superarão o valor anual de 600 mil euros, o que configura um crime que é punido de dois a seis anos de prisão por cada um dos delitos, o que implicaria um mínimo de sete anos".

Cristiano Ronaldo limitou-se a responder à imprensa: "Estou de consciência tranquila!" E fez bem! Eu estava em Espanha por aqueles dias e mudei várias vezes de canal de televisão, revoltado e indignado com as barbaridades que diziam os inimigos do Cristiano. Aquele era o momento de glória deles e faziam questão de crucificá-lo publicamente.

Fosse nos conteúdos desportivos, ‘telejornais’ ou ‘programas cor-de-rosa’ o massacre era total. Com um deles até nojo senti , confesso, quando um cobarde disse mais ou menos isto: "Depois de ser acusado, Cristiano Ronaldo meteu a sua primeira fotografia no Instagram e os seus seguidores diziam: ‘Vende o barco e paga ao Fisco’, ‘Ladrão, paga os teus impostos’, ‘o Fisco somos todos, devolve o que roubaste".

Valia tudo para crucificá-lo. A situação era tão grave que Cristobal Montoro, ministro das Finanças espanhol, deu uma conferência de imprensa e pediu respeito pela presunção de inocência de Cristiano Ronaldo na sequência da acusação de fraude fiscal. Nenhuma pessoa é criminosa até ser condenada. É por isso que se deve aplicar o princípio da presunção de inocência em todos os domínios.

Mas estas palavras do ministro chegaram tarde. O Cristiano, para a grande maioria dos espanhóis já tinha sido condenado e os únicos que estavam com ele eram os adeptos do Real Madrid. Até que saiu esta notícia no dia 16 junho... "Vou deixar o Real Madrid, já decidi. Não há como voltar atrás", afirmou o jogador aos seus companheiros de Seleção." Esta declaração caiu como uma bomba entre os madridistas!

Dias depois, Eduardo Inda, conhecido e reputado jornalista espanhol, que tem boas relaçºoes com o presidente Florentino Pérez, disse no melhor programa desportivo de Espanha, ‘El Chiringuito de los jugones’, frases como esta: "Cristiano Ronaldo está a fazer chantagem com o Real e pretende que seja o clube a pagar os 14,7 milhões de euros reclamados pelo Fisco espanhol". Estas afirmações, feitas por uma pessoa credível como Eduardo Inda, tocaram profundamente no sentimento dos adeptos merengues e, para muitos deles, o amor que sentiam por Cistiano transformou-se em ódio.

Perante este cenário negro, Cristiano esteve sempre calado, aguentando todas as barbaridades e injustiças em silêncio, mas em algum momento tinha que dar a cara. A 13 agosto, dois meses depois daquele horrível comunicado do Ministério Público, era o momento perfeito.

O Real Madrid jogava em Barcelona para a primeira mão da Supertaça espanhola. O Cristiano entrou ao minuto 58 perante uma vaia assustadora, que causaria o pânico a qualquer profissional. Mas CR7 é um génio. Aos 80 minutos, com o 1-1 no marcador , voltou a falar... mas com pés! Surpreendeu o Planeta, ao fazer o 2-1 com aquele golo espetacular.

Naquele momento, os 100 mil de Camp Nou, os merengues que o odiavam e que voltaram a amá-lo, os inimigos que o crucificaram, o Eduardo Inda, o ministro Montoro, meio Mundo e até a própria juíza, que o acusou de fraude, pensaram certamente: Este homem é indestrutível!


CALDEIRADA DA SEMANA

Diego Costa

Nos últimos dias, o jogo de xadrez do Chelsea contra o Atlético Madrid e Diego Costa subiu de nível, entrando numa fase muito interessante. O avançado continua no Brasil, quando deveria estar a treinar-se em Londres há mais de duas semanas. A multa que vai ter de pagar já ultrapassa os 330 mil euros.
O jogador já disse que o seu destino será o Atlético Madrid e que está a ser tratado como um criminoso. O Chelsea está a pensar denunciá-lo se não regressar a Londres,, enquanto o Atlético vai pedir a Diego Costa que faça as pazes com o Chelsea.... Vamos ver quem move a próxima pedra, mas tudo indica que esta partida de xadrez vaidurar até 31 de agosto.


NÓS LÁ FORA

Bambino de ouro

No domingo passado, escrevi isto sobre o Andre Silva."Quando fez o seu primeiro golo pelo AC Milan, no particular com o Betis, fiquei feliz por ele. Foi de penálti, mas para um goleador é um golo igual aos outros e a confiança só cresce quando mete a bola no fundo da baliza. O campeonato italiano vai arrancar e o André também pode arrancar". E arrancou mesmo... e antes da liga transalpina começar! Na quinta-feira, na pré-eliminatória para a Liga Europa, o AC Milan ganhou 6-0 ao Shkendija e o André Silva marcou os seu primeiros dois golos oficiais com a camisola rossonera. Parabéns, ‘bambino’ de ouro!


ÁLBUM DE RECORDAÇÕES

Força, Sporting!

Sou um português à moda antiga e sempre quero que as equipas portuguesas tenham o máximo sucesso nas competições europeias. Na quarta-feira o clube que, como sempre digo, foi o meu pai e mãe no futebol e que me deu tudo para que conseguisse fazer a carreira interessante que fiz, disputa na Roménia o jogo importantíssimo da segunda mão da pré-eliminatória da Champions Legue contra o Steaua. Seria espetacular que os leões ganhassem a batalha de Bucareste para que novamente três equipas portuguesas estivessem na fase de grupos da melhor competição do Mundo. Muita força, Sporting!






1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.