Dentro do balneário

Paulo Futre
Paulo Futre

Jan Oblak é o melhor do Mundo

Quando me perguntavam qual a melhor defesa que vi um guarda-redes fazer, a minha resposta era invariável: a do inglês Gordon Banks, no Mundial de 1970, a um remate de cabeça do grande Pelé. Mas, desde o passado dia 15 de março, a minha opinião mudou.

O antigo guarda-redes do Benfica, Jan Oblak completou, no sábado passado em Malaga, o centésimo jogo com a camisola do Atlético Madrid. Hoje, dois anos e meio depois de ter assinado pelos colchoneros, o esloveno é, para muitos amantes do futebol onde eu me incluo, o melhor guarda-redes do Mundo.

No meu espaço ‘Los toques de Futre’, no diário ‘Marca’ tive oportunidade de elogiar o guardião colchonero. E tomo a liberdade de transcrever algumas passagens do meu texto: "Oblak chegou no verão de 2014 a Madrid, mas a sua maravilhosa história só começou a 17 de março de 2015, no jogo da segunda-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, frente ao Bayer Leverkusen. O esloveno já tinha demonstrado ser um fenómeno no Benfica, mas tinha uma grande pressão sobre ele, pois chegava ao melhor campeonato do Mundo, com apenas 21 anos, como o guarda-redes mais caro da liga espanhola. Por esta razão, quando Moyá saiu lesionado na partida com os alemães, Oblak tinha uma grande oportunidade para agarrar. A eliminatória acabou decidida a penáltis e o esloveno foi o grande herói da noite.

O Atlético apurou-se para os quartos-de-final e a situação de Oblak mudou radicalmente. A partir daquele dia, começou a ser um jogador querido por todos os colchoneros e voltou a ter a confiança, a serenidade e segurança que conhecera em Lisboa. Semanas depois, também no Estádio Vicente Calderón, e noutra partida da Champions, desta feita contra o Real Madrid, o esloveno mostrou todo o seu potencial. Foi o jogo da sua confirmação e consolidação em terras espanholas.

Nos primeiros 45 minutos frente os merengues, executou defesas do outro planeta e Espanha viu, pela primeira vez, que a sua agilidade, velocidade de pernas, fiabilidade no um contra um e também os seus reflexos estavam muito acima da maioria dos guarda-redes. Só um fora de série tem todas estas virtudes!

Depois daquele momento, Oblak não parou de crescer e hoje, para muitos adeptos do desporto-rei é o melhor guarda-redes do Mundo. Aqueles que duvidavam, viram essas dúvidas dissipadas pela obra de arte que o esloveno interpretou, no passado dia 15 de março, diante do Bayer Leverkusen. Aquelas três defesas seguidas foram absolutamente brutais. ‘O que fez Oblak ,nunca tinha visto’, disse Tayfun Korkut, técnico da equipa alemã... e eu penso exatamente o mesmo.

A forma como, primeiro, se consegue opor a Brandt é, de alguma forma, normal para todos os guarda-redes profissionais. Mas o nível de dificuldade no segundo remate, de Volland, já é só para os eleitos... Apenas os melhores do Mundo deteriam um remate daqueles.

Pela sua potência física, agilidade e reflexos, penso que Jan era, por outro lado, o único guarda-redes do Planeta que podia chegar ao terceiro remate, também de Volland, e evitar o golo. Já passaram várias semanas daquele momento e a pergunta que ainda não tive oportunidade de fazer ao homem que mais entende de guarda-redes neste Mundo, German Burgos [adjunto de Simeone], é se Neuer, De Gea, Courtois ou Keylor Navas conseguiriam deter o terceiro remate de Volland.

Independentemente da resposta do German, depois de 15 de março, a minha resposta em relação à melhor defesa de sempre passou a ser: ‘a do inglês Gordon Banks, no Mundial de 70, e também a tripla defesa genial de Oblak contra o Bayer Leverkusen. Parabéns Jan, pela carreira impressionante que estás a fazer."

CALDEIRADA DA SEMANA -- Eldense

Sempre defendi que os chamados ‘maletines’, como dizem em Espanha, deveriam ser legais. Os prémios a terceiros para ganhar ou empatar sempre existiram, existem e existirão. Não vejo mal nesses incentivos. Mas outra coisa é jogar para perder. Isso é corrupção! Esta semana rebentou outro escândalo. Depois de o Eldense perder, por 12-0, com o Barcelona B, foram detidos dois treinadores, dois jogadores e um investidor do clube. Chegaram à esquadra algemados e parecia que, finalmente, os juizes iam levar esta questão a sério. Horas depois, sairam todos em liberdade e têm agora 15 meses para preparar a defesa. Ou muito me engano, ou este é outro caso de corrupção desportiva que não vai dar em nada.

NÓS LÁ FORA -- João Cancelo

Quando ouvi as palavras sinceras do João Cancelo, a pedir perdão aos adeptos do Valencia, depois de ter mandado calar o Mestalla, alegando que psicologicamente estava a passar por um mau momento, fiquei sem dúvidas. Conhecendo por experiência própria os adeptos espanhóis, sabia que o lateral português ia ser muito bem recebido no jogo seguinte, frente ao Celta de Vigo. E assim foi.O João perdeu a mãe, em 2013, num acidente de viação. Perante uma tragédia destas, é natural que o João Cancelo passe por maus momentos. Força, grande campeão!

ÁLBUM DE RECORDAÇÕES -- Assobiadelas monumentais

Como jogador do Atlético Madrid era considerado o inimigo número 1 dos adeptos do Real. Desde o meu primeiro dérbi madrileno, que ganhámos, por 4-0, no Santiago Bernabéu, até ao último que disputei naquele mítico estádio, cada vez que recebia a bola sentia que os 100 mil merengues deixavam de respirar. Era o suspiro do medo e do respeito. Quando perdia a bola levava uma assobiadela monumental. Eram os assobios do alívio, que me davam ainda mais moral para abrir o livro e fazer estragos. Ontem, na capital espanhola, houve dérbi no Bernabéu. Cada vez que o Griezmann foi assobiado, recordei o meu percurso.


Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.