Dentro do Balneário

Paulo Futre
Paulo Futre

Obrigado grandes homens

Em primeiro lugar, quero mandar desde estas linhas muita força a todas as famílias afetadas pela tragédia dos fogos em todo o país. Devido às barbaridades que acontecem a nível mundial, cada dia que passa é mais duro ver as notícias na televisão.

Normalmente, o sentimento de tristeza que sinto durante e depois do telejornal é tremendo… mas esta semana foi de mais.Portugal está a arder e aquelas imagens horríveis dos fogos e do sofrimento das pessoas (que perderam tudo) são traumáticas e difíceis de apagar da mente.

Os incêndios a Norte estão a ser terríveis, mas na ilha da Madeira passaram todos os limites. Os madeirenses viveram – e estão a viver – um autêntico inferno. Parece que o diabo, o demónio e o satanás juntaram-se os três e lembraram-se de passar pela maravilhosa ilha da Madeira, para destruir a felicidade de milhares de madeirenses.

Dentro deste caos de tragédias aparece o melhor jogador do Mundo e tocou-me na alma.
Cada dia que passa sinto mais admiração e orgulho no Cristiano Ronaldo. Sempre falo do Bicho a nível futebolístico, mas desta vez tenho de falar do que este fenómeno está a fazer a nível solidário, porque é incrível e de louvar. Sem dúvida alguma que o Cristiano Ronaldo começa a ser o meu herói não só dentro do campo, mas também fora das quatro linhas. O CR7 é muito mais do que um profissional de futebol e aqui estão alguns exemplos:
– Em agosto de 2015 foi eleito mais uma vez o melhor do Mundo, desta feita o atleta mais solidário. Entre as razões apontadas estão os donativos do madeirense para a luta contra o cancro, o pagamento das despesas de cirurgia ao cérebro de uma criança de 10 anos e o seu envolvimento em campanhas de combate à fome infantil e de defesa do ambiente.

A iniciativa Athletes Gone Good elegeu os 20 desportistas que mais se envolveram em temas solidários, como por exemplo as tenistas Maria Sharapova e Serena Williams ou também a estrela da NBA Lebron James, entre muitos outros craques. E o Bicho ficou à frente de todos. Incrível ser considerado o desportista número um em ajudas solidárias do planeta. Como o Cristiano Ronaldo tem coração de ouro, quando se retirar vai ter muito mais orgulho neste prémio do que em todas as Bolas e Botas de Ouro que ganhou em toda a sua carreira.

As causas e as pessoas que o CR7 ajudou e ajuda são muitas, pelo que precisava de várias páginas para falar de todas as ajudas solidárias do Bicho. Mas a grande maioria das ações do Cristiano sensibilizaram-me e comoveram-me me bastante, como as últimas duas.

A penúltima deste génio foi brutal e comoveu todo um país, neste caso a Itália. Stefano Borgonovo foi profissional de futebol entre 1981 e 1995, jogou no AC Milan, Fiorentina e Udinese e foi internacional italiano. Cinco anos depois de ser diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA), em 2013, faleceu com 49 anos. A sua morte provocou uma grande comoção no país transalpino. Quando o Cristiano Ronaldo convidou a viúva do jogador para assistir à final do Campeonato da Europa, a Itália comoveu-se e eu fiquei sem palavras. Outro detalhe maravilhoso e gigantesco do CR7. Sem esquecer que ele é ativo na luta contra a doença e colabora com a fundação comandada pela viúva Chantal Borgonovo.

E a última do desportista mais solidário do Mundo, que me tocou profundamente, foi esta semana quando saiu esta notícia: "Cristiano Ronaldo vai oferecer ajuda financeira à Madeira, devido aos incêndios que têm fustigado o arquipélago". Impressionante Cristiano.

E termino e reforço a mensagem que ele deixou esta semana nas redes sociais: "É com um aperto no coração que assisto ao que se passa na Madeira (e em outros pontos do país). Muita força para todos e um obrigado aos bombeiros que têm a coragem de arriscar as suas vidas para salvar tantas outras. Estou convosco!"

Os bombeiros são uns autênticos heróis, e sem dúvida alguma que devia ser uma das profissões mais bem pagas do Mundo, muito obrigado, GRANDES HOMENS!

Caldeirada da semana - Balotelli

"Iria para o Chievo", afirmou Balotelli, em declarações ao ‘Corriero di Verona’ durante esta semana. Como é possível um jogador com a sua idade – e com o talento e as qualidades que tem o italiano – estar nesta situação? Apesar das grandes caldeiradas que fez e onde esteve metido nos últimos anos, pensava que Balotelli iria ter a derradeira oportunidade num grande clube... mas parece que não. Se vai para uma equipa pequena como o Chievo e não fizer um bom campeonato, na época 2017/18 veremos o Balotelli na segunda divisão italiana, e será uma pena.

Nós lá fora - Daniel Carriço

O Real Madrid continua com a estrela da sorte, e conquistou esta semana a SuperTaça Europeia , com uma vitória (3-2) sobre o Sevilha . Um golo aos 119 minutos de Dani Carvajal, depois de Sérgio Ramos ter forçado o prolongamento nos descontos como aconteceu na final da Champions League em 2014 contra o meu Atlético Madrid, deu o título ao Real Madrid.
O Cristiano e o Pepe não jogaram, mas Portugal estava muito bem representado com o grande Daniel Carriço, que esteve a segundos de conquistar outro título importante para o seu incrível curriculum. Infelizmente não foi possível.

Álbum de recordações - O 'chip' mudou

Os jogadores de grandes clubes têm sempre a responsabilidade e a obrigação de ganhar todos os jogos. O único momento do ano em que as críticas não eram tão ferozes no caso de uma derrota ou de fazer um mau jogo era nos amigáveis de julho e agosto. Nas pré-épocas trabalhas mais do que nunca e corres de manhã, à tarde e à noite. Fisicamente era brutal e sofria como ninguém, mas por outro lado era o momento em que mais me divertia dentro das quatro linhas. Sem a pressão habitual voltava a ser o jogador de rua da infância e o ‘chip’ só mudava no primeiro jogo do campeonato. A Liga portuguesa começou nesta sexta e o ‘chip’ mudou em todos os jogadores.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.