Dentro do Balneário

Paulo Futre
Paulo Futre

Vitórias contra a prepotência

Na final de Viena da Champions League de 1987, entre o Bayern Munique e o FC Porto, os alemães eram superfavoritos e a grande maioria da imprensa internacional – especialmente a germânica – dizia que ganhariam por goleada e que os portugueses seriam humilhados. Os bávaros, nas meias-finais (numa eliminatória histórica) tinham eliminado o Real Madrid, que era o outro grande favorito para ganhar a competição naquele ano e a prepotência alemã estava a passar todos os limites. Para muitos jornalistas e também alguns jogadores do clube alemão, já tinham ganho a final sem terem que a jogar. Nenhum germânico podia imaginar o que se ia passar naquela noite no Estádio do Prater com os ‘coitadinhos’ jogadores portugueses. Eu tinha 21 anos, era titular do FC Porto e todos aqueles comentários desagradáveis e falta de respeito feriram-me o orgulho. A mim e não só. Algumas vezes, como naquela ocasião, o destino meteu-se do lado do David em vez do Golias e contra todos os prognósticos vencemos justamente por 2-1 e demos um autêntico banho de futebol aos alemães na segunda parte. Foi uma noite histórica para o futebol português e também uma vitória contra a prepotência alemã. Sem dúvida alguma que aquele 27/5/1987 foi o dia mais feliz da minha carreira como profissional de futebol.

Faltam 19 dias para o 29.º aniversário daquele dia histórico mas parece que os alemães do Bayern Munique não aprenderam nada com a lição. Continuam, hoje em dia, a não respeitar muitos clubes e seguem com a mesma arrogância de sempre, como demonstrou o seu presidente Karl-Heinz Rummenigge com estas declarações depois de a sua equipa eliminar a Juventus nos oitavos-de-final da Champions: "Se virmos os jogos Atlético Madrid - PSV ou Wolfsburgo-Gent percebe-se a diferença de qualidade destas equipas em comparação com a Juventus que agora está eliminada. Temos de discutir esta situação na UEFA."

Imagino a sua cara na terça-feira passada, depois de o Bayern Munique ter sido eliminado nas meias-finais da Champions League pelo Atlético Madrid. O feitiço voltou-se contra o feiticeiro e o Karl vai ter pesadelos com o Atlético até ao último dia da sua vida. Ele foi um dos melhores jogadores da história e melhor do que ninguém sabe que aquelas infelizes palavras foram um insulto ao orgulho e uma falta de respeito para com o Cholo Simeone e os seus jogadores. Quando uma equipa de guerreiros e leões – e com um espírito competitivo fora do normal –, como é o caso do Atlético Madrid, sente que lhe tocaram na honra, é um perigo. Rummenigge, no momento que soube que o seu rival nas meias-finais era a equipa colchonera, deveria ter percebido que, devido às suas palavras, os jogadores rojiblancos morreriam dentro do campo, se necessário, para lhe darem uma autêntica lição . E assim foi, um dia histórico para todos os colchoneros.

Quando cheguei ao Atlético Madrid, em 1987, tinha 21 anos e o amor que sinto pelo clube foi crescendo dia a dia. Nestes 29 anos sempre estive ligado de uma maneira ou de outra ao clube do rio Manzanares: fui jogador, com 22 anos (mesmo sendo estrangeiro) já era o capitão e comecei a sentir as cores de uma maneira diferente. Quando me retirei, fui embaixador e diretor-desportivo e nos últimos dez anos escrevo para o jornal ‘Marca’ cada vez que o Atlético joga no meu espaço: ‘Os toques de Futre’.

Por esta razão o Bayern Munique está nos dias mais felizes que passei no futebol. Em maio de 1987 como jogador e em maio de 2016 como adepto.

Caldeirada da semana - Os médicos de Guardiola

Para muitos, a passagem de Guardiola pelo Bayern foi um fracasso por não ganhar a Champions. Para mim, um treinador que ganhou três ligas consecutivas nunca poderá ser um fracasso. Onde ele falhou foi com o departamento médico. Conseguiu meter a equipa a jogar como queria desde o primeiro dia, mas nunca meteu os médicos – superimportantes numa equipa – como desejava. A época passada, após o jogo da Champions no Dragão, demitiu-se todo o departamento clínico. O dr. Muller-Wohlfahrt, que era o máximo responsável na área desde 1977, não admitiu que Guardiola os culpasse da derrota com o Porto. Na sexta-feira, Pep não desmentiu a discussão com a atual equipa médica. Estes médicos foram uma autêntica caldeirada do primeiro ao último dia...

Nós lá fora - Oito portugueses nas finais

Portugal volta a estar muito bem representado nas finais europeias com oito jogadores. Na melhor competição de clubes do Mundo temos três craques. Cristiano Ronaldo, Pepe e Tiago estão novamente na finalíssima da Champions. Real e Atlético lutarão pela glória em Milão, como fizeram em 2014 em Lisboa. Na Liga Europa, a final será entre Sevilha e Liverpool. Há cinco portugueses nos plantéis: Carriço, Beto e Diogo Figueiras nos espanhóis e os jovens João Carlos Teixeira e Tiago Ilori nos ingleses. Estes oito campeões já estão de parabéns por estarem nos duelos que vão ter pela frente. Que ganhem os melhores.

Álbum de recordações - Penúltima jornada

Portugal volta a estar muito bem representado nas finais europeias com oito jogadores. Na melhor competição de clubes do Mundo temos três craques. Cristiano Ronaldo, Pepe e Tiago estão novamente na finalíssima da Champions. Real e Atlético lutarão pela glória em Milão, como fizeram em 2014 em Lisboa. Na Liga Europa, a final será entre Sevilha e Liverpool. Há cinco portugueses nos plantéis: Carriço, Beto e Diogo Figueiras nos espanhóis e os jovens João Carlos Teixeira e Tiago Ilori nos ingleses. Estes oito campeões já estão de parabéns por estarem nos duelos que vão ter pela frente. Que ganhem os melhores.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.