A luz intensa

Pedro Adão e Silva
Pedro Adão e Silva Professor Universitário

Regressar ao Apito Dourado?

Nos últimos anos, o Porto iniciou um lento processo de modernização da sua gestão, adaptando-se aos novos tempos. Esta transformação produziu tensões internas. De um lado, aqueles que estavam presos a métodos do passado, mas que tinham levado o Porto a vitórias; de outro, um grupo que percebia que não era possível continuar a vencer apoiado nos esquemas de antigamente.

Enquanto os modernizadores iam ganhando preponderância, o Porto foi-se afastando das vitórias, ao ponto de não vencer nada vai para quatro anos. No plantel atual, já não há um único jogador que tenha sido campeão com a camisola do Porto. Deve ser inédito nas últimas décadas.

Perante isto, qual foi a opção do Porto? Em lugar de compreender que, num futebol que se alterou, o que era preciso era modernizar mais e romper com as manigâncias que subsistiam, optou por regressar em força ao passado. Saiu Angelino Ferreira, primeiro, e Antero Henriques, depois, para que a família Pinto de Costa voltasse a ser toda poderosa. De tal forma que até o inefável João Pinto se alcandorou, pasme-se, a adjunto do diretor-geral. Com o passado, voltaram métodos antigos: as visitas aos centros de treino dos árbitros; a sempre difícil convivência com investigações judiciais, o controlo do Conselho de Arbitragem e as nomeações dos árbitros amigos de campos inclinados.

O que o Porto desconhece é que o passado nunca regressa e os métodos que funcionaram deixaram de funcionar. É possível esquecer os tempos do Apito Dourado, mas é impossível repetir esses tempos. Sob pena de o futebol português se tornar uma farsa.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.