Saída de campo

Sérgio Krithinas
Sérgio Krithinas Diretor Adjunto

O saco de pancada

Bruno Lage voltou a dar o peito às balas após mais uma derrota na Liga dos Campeões, a segunda consecutiva, que deixa a equipa numa posição delicada na luta pelos oitavos-de-final. Fê-lo porque é isso que qualquer treinador deve fazer, mas qualquer análise fria ao jogo de ontem terá de contabilizar três erros de principiante que ditaram outros tantos golos do Zenit. E nenhum deles foi cometido por jogadores lançados de forma surpreendente pelo técnico, o que também esvazia a teoria das ‘invenções’ de Lage em jogos europeus. O Benfica fez um mau jogo, é verdade, mas os erros mais decisivos estiveram longe de ser os do treinador. Embora este seja o saco de pancada mais fácil, não é justo abusar. E Vieira, desta vez, usou bem o poder da sua palavra: falou no momento certo e, mais importante, falou bem.

Noutro ‘mundo’, a Federação Inglesa decidiu acusar Bernardo Silva de racismo num ‘tweet’ dirigido ao amigo Mendy. O racismo existe a cada esquina e deve ser combatido, mas considerar aquela imagem (de Mendy em criança ao lado de um boneco dos chocolates Conguito) uma manifestação xenófoba é o triunfo dos idiotas. Bernardo também tem sido alvo de brincadeiras por ser baixo e nenhum mal vem ao mundo por causa disso. O racismo não está nas diferenças, está na forma como olhamos para elas.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade