Saída de Campo

Sérgio Krithinas
Sérgio Krithinas Diretor Adjunto

RDT vs Ferreyra

Ao sexto jogo pelo Benfica, Raul de Tomas continua em branco. Para qualquer treinador, a preocupação maior é sempre a equipa e, como Bruno Lage já o disse, mau para os encarnados seria se ninguém marcasse golos ou criasse oportunidades para o fazer. Mas nenhum jogador é cego ou surdo. RDT sabe o que custou, sabe para que clube veio, sabe as expectativas que gera. Ficar seis jogos em branco, sendo o homem de quem se espera mais golos, está a afetá-lo. E a reação espontânea que teve ao autogolo de Nogueira, que impediu a bola de lhe chegar, mostra isso. Nesta altura, precisa de um golo que o liberte.

Os números individuais de RDT são piores do que os de Ferreyra na época passada. Na altura com Rui Vitória, o argentino foi titular em cinco dos seis primeiros jogos pelo Benfica e marcou um golo. Mas era sobretudo falado pelo seu salário. A perceção dos adeptos sobre ambos os reforços é totalmente diferente, já que RDT tem ainda uma margem de tolerância junto dos adeptos que Ferreyra nunca teve, apesar de ter custado bem mais. Mérito de Bruno Lage, pela forma como tem comunicado sobre a seca do camisola 9, aproveitando também a credibilidade quase infindável que tem junto dos adeptos após o título da época passada.

7
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais