Alta performance

Susana Torres
Susana Torres

Treinar a mente

Uma das coisas que os atletas me pedem quando iniciamos um trabalho em Alta Performance é aumentar o foco, de forma a abstraírem-se daquilo que os distrai e poderem obter mais eficácia nos resultados. Foco é das coisas mais desejadas no desporto e conseguir treinar esta capacidade está ao alcance de qualquer atleta. Por isso, é importante entender o SAR - Sistema de Ativação Reticular -, uma rede de vias nervosas, localizado no tronco do cérebro, que filtra todos os dados sensoriais que recebemos do mundo exterior.

O cérebro processa cerca de 400 milhões de bits de informação por segundo, sendo que apenas 2000 são processados ao nível do consciente. O que acontece ao resto da informação? Ela é processada pelo subconsciente sem que nos apercebamos disso. Isto significa que 99,9999 por cento da informação nos passa completamente ao lado. O SAR é o grande responsável pela filtragem da informação, decidindo o que é relevante a cada momento. Tem a mesma função da triagem num hospital, trazendo para o consciente o que é prioritária. É por isso importante perceber que a regra que se aplica no momento de filtrar a informação é linguística, ou seja, aquilo que dizemos a nós próprios, as afirmações que proferimos e os pensamentos dominantes que habitam na nossa cabeça são determinantes.

Se quero ganhar mais foco, preciso definir o que penso e o que digo para que o SAR selecione aquilo que me interessa a cada momento. Um dos métodos que uso com os meus atletas é a elaboração do 'SCRIPT' de jogo. Nele estão definidas as coisas onde queremos colocar a nossa atenção. Ele é escrito e lido vezes sem conta, para que o SAR inicie uma atenção profunda a toda a informação relevante e relacionada com o 'SCRIPT'. As afirmações que constam no 'SCRIPT' são referidas várias vezes e todo o treino de visualização tem por base essas mesmas afirmações. Escrevemos onde queremos colocar a atenção, dizemos em voz alta e visualizamos as respetivas ações. No fundo, aquilo que pretendemos é condicionar o SAR para que este selecione informação que nos irá potenciar a performance.

O que acontece muitas vezes é que em vez de colocarmos a atenção naquilo que queremos, colocamos naquilo que não queremos que aconteça. Por exemplo, dizendo "não quero perder" quando na verdade o que deveríamos dizer é "quero ganhar". Ambas as afirmações parecem ter a mesma intenção, no entanto a forma como afetam e condicionam o SAR é totalmente oposta. "Não quero perder" é uma informação que colocará o SAR focado em perder, encontrando situações que validem esta informação. Ao passo que quando digo "quero ganhar", o SAR vai orientar a filtragem da informação para as soluções e oportunidades que me farão atingir este objetivo. Talvez agora entendas por que quando achas que algo vai correr mal, corre mesmo!

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.