Visão Periférica

Vítor Baía
Vítor Baía Antigo internacional

Mercado

Fechou o mercado de transferências e não se pode dizer que o FC Porto tenha tido um final feliz. Ficou muito aquém das expectativas, pelo menos em relação ao que se foi dizendo e que nunca foi desmentido, nos jornais, nas rádios, nas televisões. Houve nomes que falharam e que estariam nas cogitações de Nuno Espírito Santo. Deve ter sido um dos anos mais fracos do FC Porto nesta janela de mercado, falta de vendas e de compras.
Mesmo não tendo os jogadores que desejaria, Nuno Espírito Santo sabe que tem um caminho difícil em que o espírito de superação e sacrifício terão que estar sempre presentes na tentativa de equilibrar a balança em relação aos rivais Sporting e Benfica. Resta ao treinador do FC Porto agarrar na grande arma deste FC Porto, o coletivo. Nos jogos que fez, e apesar da derrota em Alvalade, já se percebeu que a ‘era Lopetegui’ foi enterrada e que Nuno está a tentar dar uma nova vida a este FCPorto.

Um novo caminho segue também a Seleção Nacional. Acabou o tempo de festa em grande ambiente no Estádio do Bessa, com a goleada obrigatória a Gibraltar. Agora, vem uma nova etapa da vida desta seleção, num tempo de renovação que já começou a ser feita. Continuam a grande maioria dos campeões e estão a entrar outros jovens que também querem ter sucesso. Fernando Santos sabe bem como fazer as coisas. Ele é o primeiro grande reforço desta seleção, porque continuou no cargo. Boa sorte.
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais