Visão periférica

Vítor Baía
Vítor Baía Antigo internacional

Momentos de puro prazer

O FC Porto deu uma agradável demonstração de força no clássico com o Sporting, ao ponto de instalar a dúvida no Estádio de Alvalade sobre se o Sporting iria sair vivo daquele confronto. Saiu porque a finalização portista encontrou um obstáculo chamado Rui Patrício, na minha opinão o melhor jogador durante todo o encontro. È um prazer ver este FC Porto jogar. E isso tem muito a ver com o treinador, já que os jogadores são praticamente os mesmos da época passada com exceção dos recuperados Ricardo Pereira, Marega e Aboubakar, a quem foi dado espaço e confiança para se tornarem importantes reforços para esta temporada e a custo zero. Confiança que o treinador transmite a estes jogadores, a dinâmica que conseguiu impor no jogo, a capacidade de surpreender com outro reforço, Sérgio Oliveira, que demonstrou toda a sua utilidade no jogo com o Mónaco, numa estreia surprreendente mas de grande qualidade, tudo isso tem o dedo de Sérgio Conceição.

Os adeptos gostam da forma como a equipa se comporta e começam acreditar que este pode ser um bom ano para acabar coma a seca de sucessos que o FC Porto tem passado. A equipa está vestida para vencer e os adversários rivais começam a ficar preocupados. Com razão. A supremacia do FC Porto no Estádio de Alvalade, de onde deveria ter saído vencedor, é um facto indesmentível e hoje reconhecido por todos. Pode dizer-se sem receio de errar, que o bom FC Porto está de volta e a apontar ao título, não é fácil, nunca será fácil, porque a época é longa e vai com certeza lutar com vicissitudes próprias de uma grande competição.

Para já, é um FC Porto no caminho certo aquele que se mostra neste início de época. Que é bom para o futebol português também, porque o clássico foi igualmente uma demonstração de que pode haver bons jogos, sem polémicas, tal como desejei aqui neste mesmo espaço na semana passada. Foi um grande jogo de futebol, mesmo que lhe tenha faltado o tempero dos golos e as duas equipas estão de parabéns.

Como de parabéns está também a Seleção Nacional, pronta para a final com a Suíça, na rota do apuramento para o Campeonato do Mundo na Rússia. Estamos todos à espera de grande jogo no Estádio da Luz, esperando ver a Seleção tão bem orientada e conduzida por Fernando Santos, a impor o seu futebol, a sua qualidade, o seu estatuto de campeão europeu. Temos de fazer deste jogo com a Suíça uma verdadeira festa do futebol, temos de estar todos ao lado da Seleção, animados pela qualidade da equipa e dos jogadores que temos, sem receio de falhar porque somos melhores. Eu acredito nesta Seleção, ollho para ela com todo o carinho, como se estivese com a camisola vestida a defender as cores de Portugal como tantas vezes o fiz, com um enorme prazer e um orgulho imenso. Força Portugal!

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0