Leonor Pinhão, Pedro Adão e Silva e António Cunha Vaz

A avaliação do trio de comentadores da entrevista de Vieira

1. Qual foi o melhor momento de Luís Filipe Vieira na entrevista à BTV?

2. E o momento menos bom?

3. Em sua opinião, qual foi a frase mais marcante do presidente do Benfica?

4. Em resumo, que mensagem fica desta entrevista de duas horas e meia?


LEONOR PINHÃO

1. Poderá não soar bem ouvir o presidente do Benfica afirmar repetidamente que o nome do clube saiu "manchado" do caso dos emails mas trata-se, certamente, de um argumento de importância processual em função de tudo o virá a ser decidido pelos tribunais civis. Questões de indemnizações. Lá mais para a frente.

2. A explicação de que houve um tempo – o tempo dos emails divulgados – em que os clubes tinham o direito de reclamar as notas atribuídas aos árbitros terá sossegado todos os benfiquistas que não gostam de ver o nome do seu clube envolvido em delinquências mas vem com quatro longuíssimos meses de atraso.

3. Duas: "Não há corrupção no Benfica" e "quando a polícia foi a nossa casa recebi, entre muitas, uma mensagem que me sensibilizou muito que foi a do Pedro Proença. Apreciei e quando estiver com ele pessoalmente vou-lhe dizer, apesar de não termos apoiado a sua candidatura para a presidência da Liga." 

4. O Seixal é o presente e o futuro. Rui Vitória é o treinador. O que será da direção do FC Porto se não ganharem este campeonato? Voltou a haver capangas no futebol. Os árbitros sentem-se coagidos. O Benfica não teme a justiça. O treinador e o presidente do Sporting não se falam. Vamos lá chegar. Toca a unir.


PEDRO ADÃO E SILVA

1. O tom distendido e o registo pedagógico com que Vieira abordou os temas. Acima de tudo, a forma direta e sem rodeios com que falou dos emails: ficou claro o propósito de quem tem levado a cabo esta campanha – ocultar os próprios falhanços e condicionar o ambiente em torno do futebol – e, fundamental, a segurança com que afirmou que o Benfica não tem nada a temer.

2. A contradição entre, por um lado, o realismo de quem afirma que o Benfica não pode entrar em megalomanias financeiras e tem de apostar na formação e, por outro, que é possível ser campeão europeu com jogadores do Caixa Futebol Campus (desde logo quando, atualmente, o clube tem inclusive dificuldades em segurar os jovens jogadores que forma). 

3. "Não há, nem nunca haverá corrupção no Benfica. Volto a repetir: não há corrupção no Benfica"

4. O Benfica não vai alterar o rumo estratégico definido: seja na afirmação da marca, na vertente financeira e na política desportiva. Com tudo o que isso pode implicar nos resultados da equipa de futebol, que, convém nunca esquecer, é o alfa e o ómega do Benfica.


ANTÓNIO CUNHA VAZ

1. O anúncio da expansão do Centro de Estágio do Seixal e da construção de outras infraestruturas de relevo como o Centro de Alto Rendimento, o hotel e o Colégio. Outro aspeto positivo foi o de ter-se disponibilizado para se sentar à mesa seja com quem for para resolver questões relacionadas com as suspeitas na arbitragem.

2. O pior momento ocorreu quando deu explicações sobre o que se passou na polémica AG, realizada recentemente. Disse: "Tirando a parte da cadeira, foi uma assembleia à Benfica. Não estou nada arrependido daquilo que disse na AG."

3. "Quero que o Benfica tenha um título europeu. Eu acredito que vou ser campeão europeu com os nossos miúdos da formação. "

4. Ficam três mensagens: há infraestruturas e outros projetos que não estarão concluídos neste mandato, o que indica que Vieira se vai candidatar de novo; que qualquer jogador formado no Benfica será retido o máximo de tempo possível, a partir de agora; a redução da dívida financeira para um valor próximo dos 150 milhões de euros.
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais