Vasco Lourenço Capitão de Abril

O 25 de Abril e o Desporto

Confesso: continuo apaixonado pelo 25 de Abril! Junto com a paixão que tenho pela minha mulher – sim passados 47 anos de casados, a juntar à meia dúzia antes de casarmos, continuo apaixonado! – e a paixão que tenho pela minha filha e pelo meu neto ( não tenho problemas em me declarar um pai e um avô baboso), o 25 de Abril é o outro alvo das minhas paixões. Será um defeito, o de me apaixonar por aquilo que amo efetivamente, mas é um facto a que não consigo fugir!

Porquê esta introdução, aparentemente despropositada? Para afirmar que estes 46 anos de Abril me vão custar mais a passar!

Confinado em casa, juntamente com a minha mulher, não vou poder encontrar-me fisicamente com os amigos e companheiros de Abril, recordar as alegrias e as deceções vividas, afirmar a vontade e a determinação em continuar a luta pelos valores que nos fizeram avançar para uma epopeia de que continuamos a orgulhar-nos, com muita honra.

Olhamos para trás, saudamos as enormes transformações que o nosso País teve, os avanços alcançados, os retrocessos sofridos, o que foi feito e o que, para além do que, feito, foi destruído, o que ficou por fazer, o que ainda almejamos alcançar!

Portugal é hoje um país muito diferente, para melhor! É um facto indiscutível, por muito que os saudosistas da ditadura, agora com novas roupagens, tentem dizer o contrário! Estamos melhor, mas, outro facto indiscutível, podíamos estar bastante melhor! Nomeadamente no campo da justiça social, sem a qual não há democracia a sério!

As liberdades são importantes, são fundamentais, mas a justiça social, alicerçada numa maior Igualdade é essencial, pois a Democracia não pode ser encarada como um objetivo em si própria, tem de ser vista como um instrumento para construir uma sociedade melhor, uma sociedade mais humana!

Sabemos que isso só se alcança com Liberdade, com Verdade e com Coragem!

São esses os valores que, também na área do Desporto, têm de orientar-nos, para alcançarmos o objetivo final que é precisamente o da Felicidade!

Falei de Desporto, porque considero que todos esses objetivos são mais fáceis de alcançar se tivermos um corpo e um espírito sãos! E, para isso, o Desporto, nas suas variadíssimas modalidades, é um instrumento fundamental!

Um Desporto são, não o que, como lamentavelmente muitas vezes acontece, aliena e embrutece os seus praticantes e adeptos! Nestes casos, estamos perante espetáculo e não Desporto!

É também uma luta que os amantes do Desporto têm de desenvolver. Desporto que teve um extraordinário incremento com o 25 de Abril. Mas que, tal como em muitos outros sectores da sociedade, sofreu retrocessos e desvios.

Neste 25 de Abril, passado em plena ‘guerra’ viral e global, através de Record, quero manifestar a minha esperança de que, também aí, na área do Desporto, possamos caminhar para um Mundo diferente, um Mundo melhor!

25 de Abril. Sempre
Um abraço de Abril!
Deixe o seu comentário