Saída de campo

António Magalhães
António Magalhães

Partidas de Carnaval

O FC Porto passou com limpeza em Chaves, o Sporting teve de sofrer mas ganhou pelo que na frente continua tudo na mesma. Na mesma, mas com mais uma jornada ‘arquivada’, como costuma dizer Rui Vitória, o que obviamente deixa o dragão mais animado e os rivais a suspirarem por um seu deslize. Até final, ainda há muitos pontos em discussão (36, para ser rigoroso) e todos os clássicos da 2.ª volta por disputar.

Em tempo de Carnaval, o VAR pregou algumas partidas. Em Chaves, penáltis passaram sem castigo (de acordo com a análise dos árbitros Record). Em Alvalade, o erro foi mais grave, uma vez que não teve a ver com a interpretação da jogada, mas sim com a violação do protocolo. O árbitro, Luís Ferreira, foi o menos culpado, uma vez que foi alertado para uma falta que já não devia produzir efeitos no lance. Se o Sporting não tivesse ganho, estava instalada a confusão.

No Bessa, um lance no limite da área do Boavista em que o VAR não validou a decisão de Nuno Almeida em marcar um penálti, leva-nos a outra questão em situações em que as imagens não dão certezas absolutas, como foi o caso (para nós, mas pelos vistos não para o VAR): não deverá o árbitro seguir a decisão que tomou inicialmente em função do que viu no terreno?

4
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais