Campeonato até à última

Quem olhe para o campeonato português, percebe claramente que irá existir uma disputa pelo primeiro lugar até ao final. Esta disputa, claro está, e sem grande espanto, será entre os três grandes de Portugal, Sport Lisboa e Benfica, Sporting Clube de Portugal e Futebol Clube do Porto.

É certo que este campeonato, infelizmente, não se baseia a 100% naquilo em que se devia basear, no seu futebol, pois existe desde há muito uma "guerra" fora de campo entre os três grandes, e que está longe de ver o fim. Contudo, onde o futebol deve ser e é jogado, dentro das quatro linhas, existe uma acesa disputa pelo campeonato, pois nenhuma equipa está a aproveitar a cem por cento os deslizes das outras equipas, algo que foi bem visível nas últimas jornadas, com o empate entre Benfica e Belenenses, seguido do empate entre Porto e Moreirense, e onde o Sporting conseguiu a liderança do campeonato ao bater por 1-0 o Vitória de Guimarães. No entanto, apenas uma jornada depois, os papéis invertem-se e dá-se uma expressiva vitória do Benfica sobre o Rio Ave, um vitória do Porto sobre um (sempre complicado) Sporting de Braga, e, por fim, uma derrota do Sporting diante de um grande Estoril.

Numa altura em que é proibido perder pontos, resta saber como serão as prestações destes três clubes nas jornadas que faltam, pois apesar dos constantes deslizes de uma e outra equipa, qualquer ponto pode ser crucial para a conquista do título, sendo que existe o mesmo tipo de pressão para qualquer um dos mesmos. Os encarnados podem ultrapassar o seu estatuto de Tetra campeões para passarem a ser Penta campeões, enquanto que Porto e Sporting estão sobre a pressão de ganhar títulos, sendo que a equipa leonina já ganhou um troféu esta época. No entanto, esse dado é algo que não se considera suficiente aos olhos dos adeptos, da equipa técnica e do presidente.

Metendo de parte todas as polémicas criadas em torno de Presidentes e diretores de comunicação, este campeonato será jogado até à última jornada e haverá emoção até ao último apito final, pois nenhuma equipa facilitará a vida destes três grandes e sem dúvida que os mesmos ainda irão perder pontos, uma vez que nenhum jogo é fácil, ainda que na teoria pareça.

Qualquer que seja o vencedor, será merecido, pois qualquer um dos plantéis tem qualidade, seja com Jonas e Pizzi, Gelson e Bas Dost ou Brahimi e Aboubakar. Certo é que nenhum dos treinadores irá deitar a toalha ao chão. Que se deixem os confrontos fora de campo e que se resolva tudo no relvado, com futebol!

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.