Escrevem os leitores

Cuidado com as ofertas aos árbitros

Com a realização, ontem dia 27 de Janeiro, do jogo referente à 3ª. Jornada do grupo A, entre o Clube Desportivo Feirense, 5º. Classificado da 2ª. Liga, e o Futebol Clube do Porto, 3º. Classificado da I Liga, agora sob o comando do conceituado técnico português José Peseiro, que para este jogo fez subir ao relvado do Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira, uma equipa completamente secundária, para ali disputar a despedida do histórico, Futebol Clube do Porto, desta IX Edição da Taça da Liga, referente à época de 2015/16, que é uma competição de futebol organizada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que tem nesta edição o nome de Taça da Liga – CTT, designação esta, que terá o patrocínio, até 2018.

Depois do mau resultado verificado logo na 1ª. Jornada, desta fase de grupos, e logo em pleno Estádio do Dragão, em que foi derrotado pelo Marítimo, por, (1-3); na 2ª. Jornada nova derrota com o secundário Famalicão por, (1-0). Hoje o cenário, quanto ao resultado não foi diferente, cifrando-se uma nova derrota, agora frente ao Clube Desportivo de Feirense, sob o comando de Pepa, por (2-0), sobre a arbitragem de Cosme Machado de Braga. Que ao minuto 38, assinalou uma grande penalidade, a favor dos da casa, numa falta (?) do defesa Rúben Neves, um tanto ou quanto duvidosa, (na minha opinião), mas que o árbitro não teve qualquer dúvidas em assinalar.

Contudo antes do início do jogo, os jogadores do Futebol do Porto foram simpaticamente presenteados com as tradicionais Fogaças, pão doce, tradicional de Santa Maria da Feira, decerto, esta simpatia e cortesia dos dirigentes de Santa Maria da Feira, foi extensiva, decerto à equipa de arbitragem, no dia em que o Sporting anunciou em comunicado, que irá recorrer da decisão da Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga em arquivar processo decorrente das afirmações do seu presidente, Senhor Bruno de Carvalho, sobras as ofertas do Benfica a árbitros.

Cuidado senhores dirigentes do simpático clube de Santa Maria da Feira e ao árbitro Cosme Machado, e sua equipa de arbitragem, se eventualmente foram recebedores de alguma oferta, quero dizer Fogaça, e por este motivo, do árbitro em questão se viu na obrigação de assinalar uma grande penalidade contra o histórico e grande Futebol Clube do Porto.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0