Escrevem os leitores

Escrevem os leitores
Escrevem os leitores

Despedida de sonho de Tata ou regresso do título a Portland?

Depois de nove meses de competição, a edição de 2018 da Major League Soccer chega ao fim esta madrugada, com os Atlanta United e os Portland Timbers a enfrentarem-se no imponente Mercedes Benz Stadium. Para além do grande ambiente que se espera nas bancadas e da qualidade dos executantes, são vários os motivos de interesse associados à partida que decidirá o novo campeão da MLS.

Apesar de só se terem estreado na competição na temporada passada, os Atlanta United, equipa que terminou a fase regular no segundo posto da Conferência Este, chegam à final como favoritos à conquista do título. A juntar ao grande investimento feito em termos logísticos (estádio novo com mais de 72 mil lugares), a formação do estado da Georgia apostou forte em jovens jogadores sul-americanos.

Atendendo àquilo que foi o 11 escolhido por Tata Martino nos jogos das meias-finais, é provável que os Atlanta United se apresentem em campo num 3-5-2. De forma a juntar em campo quatro peças importantes na a manobra da equipa – Almirón, Remedi, Nagbe e Larentowicz-, o experiente técnico argentino faz recuar Larentowicz para central, cabendo ao experiente internacional norte-americano a tarefa de iniciar a fase de construção. O "mágico" Almirón tem liberdade para circular na frente de ataque, devendo o paraguaio aparecer tanto na zona central como no corredor esquerdo.

Para além da qualidade do provável 11 titular, a equipa das "five stripes" tem ainda duas soluções muito válidas no banco de suplentes: Héctor Villalba e Ezequiel Barco. Os dois jogadores já provaram ao longo da temporada que a capacidade técnica e a velocidade que apresentam podem causar estragos.

 A componente mental/psicológica pode ter também um papel importante no encontro. Tata Martino vai disputar o seu último jogo como treinador dos Atlanta United (já rubricou contrato com a seleção mexicana) e jogadores como Miguel Almirón e Josef Martínez também têm sido apontados a clubes europeus (no caso do paraguaio, o Arsenal já demonstrou interesse). Assim sendo, é expectável que o trio sul-americano queira fechar com chave de ouro o capítulo "Atlanta United".

 Sendo certo que os Atlanta United surgem como favoritos, ainda para mais jogando em casa, é impossível deixar de se referir aquilo que os Portland Timbers têm feito ao longo da época. Depois de um início de campeonato com as naturais "dores de crescimento" resultantes da chegada de um novo treinador (Giovanni Savarese), o conjunto do estado do Oregon conseguiu alcançar o quinto lugar da Conferência Oeste.

Exemplarmente liderados pelo ex-FC Porto Diego Valeri e por Sebastian Blanco, os Timbers apresentaram um registo muito positivo a jogar em casa nos últimos meses de competição. Os campeões da MLS em 2015 não perdem nenhum jogo no Providence Park desde 27 de agosto, fator preponderante para a o conjunto de Portland ter chegado à final.

O técnico Giovanni Savarese demonstrou desde cedo que o 4-2-3-1 era/é o seu modelo tático predileto. Apesar de terem tido algumas contrariedades ao longo da época, nomeadamente lesões e a chamada de jogadores importantes para o Mundial da Rússia, os Portland Timbers chegam a esta final praticamente na máxima força. Com Mabiala recuperado da lesão que o obrigou a abandonar o relvado na partida frente ao Sporting Kansas City, é provável que o jogador congolês assuma a titularidade no centro da defesa junto a Ridgewell. A maior dúvida no conjunto visitante está relacionada com o estado físico de Samuel Armenteros, avançado sueco que foi importante em certos momentos da temporada.

Os dados estão lançados para aquilo que promete ser um bom espetáculo de futebol. Quem sucederá aos Toronto FC como campeão da Major League Soccer?

11 provável dos Atlanta United: Guzan; Escobar, Larentowicz, Parkhurst, Pirez, Garza; Nagbe, Remedi, Gressel; Almirón, Martínez

11 provável dos Portland Timbers: Attinella; Valentin, Mabiala, Ridgewell, Villafana; Chara, Guzman; Polo, Valeri, Blanco; Ebobisse


Autor: Diogo Matos/19 anos/Estudante

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.