Escrevem os leitores

E como fica o futebol?

Medidas, medidas e mais medidas,

Renovações e renovações,

E o desporto rei como fica?

A indústria do futebol desempenha uma importante fatia no PIB português.

Na actual conjuntura, a incerteza de voltar à competição é cada vez mais uma realidade.

Sendo certo que os clubes de futebol profissional dependem e muito do produto dos direitos televisivos, neste momento, é caso para dizer que bem podem "esperar".

As outras receitas como bilheteira e merchandinsing também são inexistentes.

Por outro lado, o recurso ao lay off simplificado é um cenário que deixa muitas dúvidas em virtude das questões legais que possam ser suscitadas, mas também das questões de ordem prática.

Em primeiro lugar, o lay off reduz custos, mas exonera os jogadores de certos deveres como treinar e de estarem à disposição, sempre que convocados para o efeito.

O recurso ao lay off pode ser contraproducente na medida em que os clubes podem vir a ter ainda mais custos caso não preencham os requisitos do mesmo, e aí obrigados a pagar o ordenado dos jogadores na sua totalidade.

Podem os clubes sugerir férias aos jogadores, mas não obrigar.

A indústria do futebol à semelhança de outras atividades está parada.

Os clubes não têm receitas e os custos são elevados, não só nos ditos "três grandes".

Os custos que o futebol vai deixar de fazer são milhões atrás de milhões e coloca em causa o emprego de milhares e milhares de pessoas.

Na Europa o cenário não figura ser muito diferente.

E de repente deixamos de olhar para o futebol como o negócio milionário, comparando- o mesmo com outros negócios do quotidiano dos cidadãos.

Afinal, a recessão económica que aí vem, já chegou ao futebol.

O caminho vai ser longo, mas sem dúvida incerto e o desporto rei poderá ser a grande machadada final deste tal Covid-19.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0