Escrevem os leitores

Escrevem os leitores
Escrevem os leitores

La Vecchia Signora "chorou" e Ajax carimbou

O Ajax garantiu o apuramento para as meias-finais da Liga dos Campeões, após vencer a Juventus, por 2-1.

O clube holandês está a surpreender tudo e todos na liga milionária, ao praticar bom e bonito futebol e chegando com mérito às meias-finais depois de eliminar uma equipa de estrelas no futebol, pois estamos a falar de um clube que investiu "somente" 100 milhões de euros para contractar um dos melhores jogadores do mundo, Cristiano Ronaldo, ou tem o jovem avançado sensação da liga italiana Moise Kean.

Retomemos ao jogo (eliminatória), que certamente ficará na história do clube holandês: no jogo da primeira mão que se jogou em Amesterdão o jogo ficou 1-1, deixando o apuramento totalmente em aberto para o jogo em Itália.

A equipa da casa até começou melhor e chegou à vantagem por intermédio de CR7, numa cabeçada após um pontapé de canto aos 28 minutos. Ainda no primeiro tempo, Van de Beek aproveitou a desatenção da defesa contrária para restabelecer o empate e igualar a eliminatória.

Na segunda parte, os pupilos de Erik ten Hag protagonizaram um verdadeiro tratado de futebol e acabariam por chegar à preciosa vantagem por De Ligt, respondendo com um cabeceamento a canto do lado direito, à passagem do minuto 67.

O melhor jogador da competição, a equipa que muitos adeptos (não só do clube como também do futebol) anteviam que chegaria à final - pois já "andam a sonhar" desde a época de 2014-2015, altura em que chegaram à final e foram derrotados, proeza que acabou por se repetir na época 2016/2017 -, começou a presente edição da Liga dos Campeões com ambições e objetivo bem definido, mas não contava era que uma equipa de miúdos soubesse tão bem jogar à bola.

Allegri acreditou em demasia na sorte de ter Ronaldo na equipa, mas para uma equipa sair vitoriosa tem que se ter estratégia e coletivo para o resultado ser positivo.

O Ajax, 22 anos depois, volta a apurar-se para as meias-finais da maior competição de clubes europeus e fica, agora, à espera do vencedor da eliminatória entre Manchester City e Tottenham para saber qual será o seu adversário.

É por equipas como o Ajax que o futebol se torna tão surpreendente e apaixonante. Este Ajax faz bem ao futebol.

Autor: Matilde Carvalheira Almeida/estudante/24 anos

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.