O poderio milionário do Real Madrid

Real Madrid derrotou o Liverpool por 3-1 e conquistou pela terceira vez consecutiva (na atual versão) a Liga dos Campeões e a décima terceira na história do clube, das dezasseis que esteve presente.

Kiev foi palco de lágrimas, golos e muito espetáculo. O duelo entre os melhores jogadores das respetivas equipas do Liverpool Salah e do Real Madrid Cristiano Ronaldo só durou 30 minutos, pois o avançado egípcio saiu lesionado e em lágrimas.

Uma primeira parte sem golos, e com muitas lagrimas fruto das duas lesões que assombraram ambas as equipas, em contrapartida na segunda parte ocorreram quatro golos, um deles do outro mundo.

Na segunda metade da final começou a ser negra e assombrosa para os reds quando o seu guarda-redes o alemão Karius cometeu um erro fatal que Benzema um metro à sua frente não perdoou e assim inaugurou o marcador. Porém os ingleses não se resignaram e foram à busca do golo do empate e ele surgiu pela autoria de Mané, e assim o jogo estava acesso, vibrante uma verdadeira final. No entanto entrou em jogo o aquele que viria ditar a sentença do jogo e marcar dois golos, foi ele Gareth Bale, entrou e três minutos depois marcou um acrobático golo de bicicleta, mas não foi o primeiro nesta temporada das Champions pois o português Cristiano Ronaldo marcou um golo idêntico frente à Juventus nos quartos-de final da competição milionária. Noutro erro de Karitus surgiu outro golo dos meregues, com Gareth Bale a rematar à figura do guarda-redes, no entanto este deixou escapar a bola entre as luvas e assim Bale bisou e fechou o marcador.

No final do jogo tivemos dois protagonistas desta final de um lado: Karius que acabou a noite a chorar e a pedir desculpas aos adeptos do outro lado Bale que depois dos dois golos na partida veio dizer que precisa de jogar mais e ser titular, pois só assim um jogador evoluiu, e demonstra toda a sua qualidade.

Um jogador que se destacou não neste jogo particularmente mas nesta conquista foi o português Cristiano Ronaldo pois tornou-se o único futebolista com cinco triunfos na era Champions, e este jogador, este português têm curiosamente o meu número de taças que clubes como Bayern de Munique ou FC Barcelona, de salientar também o número de golos marcou esta temporada na Champions League:15, sendo somente o melhor marcador da competição pela sétima vez seguida, com números arrebatadores como estes, parece não haver limites nem adjetivos para descrever este brilhante jogador que no final desta conquista deixou uma dúvida no ar, pois no discurso deu a entender que poderia estar de saída do clube espanhol, porém ainda nada foi garantido, pois respostas ficou de as dar nos próximos dias.

O clube Real Madrid assim tornou-se o clube com mais títulos da maior competição entre clubes, um feito milionário, com um plantel de luxo, pois apresenta um vasto leque de jogadores talentosos e experientes mas de salientar, enaltecer: Cristiano Ronaldo, pois é jogador que dá alegrias aos portugueses, aos espanhóis em particular, mas acima de tudo a qualquer adepto de futebol, porque é sem dúvida um atleta que ficará na história do futebol mundial, com os surpreendentes passes, os incríveis golos, a indiscutível liderança, e o vasto número de troféus e títulos que têm conquistado, sendo isto que caracteriza a carreira futebolística do jogador português de 33 anos.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais