FIFA 21: EA Sports bane jogador racista de todos os seus títulos

Utilizador irlandês fez ataque ao antigo craque Ian Wright

Há menos um idiota nos servidores de FIFA Ultimate Team. A EA Sports baniu o utilizador irlandês Patrick O'Brien, de 18 anos, de todos os seus jogos e plataformas devido a ofensas de índole racista.

O'Brien era jogador de Ultimate Team e depois de uma derrota, decidiu descarregar a frustração em Ian Wright, antigo futebolista do Arsenal e da seleção inglesa, enviando 20 mensagens para o Instagram oficial do antigo craque, que fazia parte da sua equipa de estrelas.

Os factos remontam a maio de 2020 e estiveram a rolar na Justiça nos últimos meses, sendo que o jovem foi absolvido depois de fazer uma doação voluntária de 500 euros a uma instituição contra o racismo - Irish Network Against Racism - e por não ter antecedentes criminais ou problemas com a Lei.

Os tribunais não agiram mas a EA Sports não facilitou: "Ian Wright faz parte da família EA Sports. Queremos que ele saiba que tem nosso apoio. Temos orientações para uma situação como esta e tomámos medidas para proibir O'Brien de jogar ou aceder aos nossos títulos de forma permanente. O racismo tem de parar."

Por João Seixas
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Gaming

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.