Nintendo Switch promete revolucionar

Apresentação muito positiva da Nintendo

Já corria larga a madrugada em Portugal quando no Japão se dava vida à nova consola Nintendo Switch. Uma apresentação segura da marca nipónica, que sabe bem a pérola o que tem nas mãos. A Switch promete revolucionar, uma vez que apresenta várias possibilidades ao utilizador, que pode jogar à frente da televisão, na rua e em viagem, mercê dos vários módulos que se vão ajustando as necessidades do utilizador.

Depois de anunciada a data de lançamento – 3 de março – e o preço recomendado de venda ao público – 300 dólares nos Estados Unidos, os vários elementos da equipa de desenvolvimento subiram a palco para uma apresentação moderna, bem disposta e, em vários momentos, bem contrastante com a habitual dinâmica da Nintendo.

Ficámos também a saber que a embalagem incluirá a consola, os comandos Joy-Con direito e esquerdo, um suporte para Joy-con (no qual dois Joy-Con são encaixados e utilizados como um só comando), um conjunto de correias Joy-Con, uma base (na qual a consola poderá ser pousada e ligada a uma TV), um cabo HDMI e um carregador. Serão lançadas duas versões da consola - uma com Joy-Con cinzentos e outra com um Joy-Con azul néon e outro vermelho néon.

"A Nintendo Switch representa uma nova forma de jogar em casa e oferecerá uma grande diversidade de estilos de jogo," revelou o presidente da Nintendo, Tatsumi Kimishima, acrescentando: "Vamos mostrar ao mundo novas formas de diversão possibilitadas pelas características únicas da consola e dos Joy-Con".

A Nintendo Switch é francamente revolucionária e é por isso que a comunidade gaming reagiu de imediato, com muitos elogios nas redes sociais aquilo que viram durante esta apresentação.

Ficámos também a saber que em termos de consumos, a bateria poderá durar mais de seis horas, mas variará consoante o título jogado e as condições de utilização. Ao jogar The Legend of Zelda: Breath of the Wild, por exemplo, a bateria durará aproximadamente três horas. Já fora de casa, a Nintendo Switch poderá ser carregada ligando o carregador ao conetor USB Type-C.

Editoras externas de renome em todo o mundo, incluindo a Activision, a EA, a Take 2 e a Ubisoft, a que se juntam estúdios japoneses, já confirmaram a sua colaboração com a Nintendo Switch. Algumas destas, como a Bethesda, irão colaborar com a Nintendo pela primeira vez. Relativamente a títulos, poderá esperar novos jogos de grandes séries, como FIFA, The Elder Scrolls ou NBA 2K, todos eles sem qualquer bloqueio regional, outra das novidades da noite.

Uma cerimónia com bom gosto e em que a Nintendo somou, claramente, muitos pontos juntos dos seus habituais seguidores e não só.

Por João Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Gaming

Notícias

Notícias Mais Vistas