The Witcher: Um bruxo rentável...

Série da Netflix deu nova vida ao videojogo

Está a ser um dos fenómenos mais interessantes no universo dos videojogos nos últimos tempos. Apesar de a relação entre cinema e gaming ser já bastante antiga, a verdade é que desta vez a sinergia entre as duas áreas está a bater todos os recordes.

Foi no dia 20 de dezembro de 2019 que a plataforma Netflix estreou com pompa e circunstância a série The Witcher, baseada na saga dos videojogos do estúdio polaco CD Projekt RED que, na sua origem, é uma adaptação dos impressionantes livros de Andrzej Sapkowski.

O ator Henry Cavill interpreta o papel de Geralt de Rivia, enquanto Freya Allan é Ciri e Anya Chalotra tem como missão dar corpo e alma a Yennefer.

A série teve um inusitado sucesso e garantiu que o interesse pelo videojogo The Witcher 3, lançado em 2015, crescesse de forma exponencial. De resto, no dia 23 de dezembro o jogo já tinha ultrapassado o pico de 50 mil jogadores simultâneos na plataforma Steam. E não se pense que foi apenas no terceiro capítulo da popular saga, denominado Wild Hunt, que se registaram números verdadeiramente impressionantes. O primeiro capítulo da saga, lançado em 2007, alcançou 12 mil jogadores simultâneos na mesma plataforma, enquanto The Witcher 2 (2011) chegou ao pico de 6 mil jogadores.

Agora os valores são ainda mais impressionantes, com o máximo histórico de The Witcher 3 situado nos 101.930 jogadores. E atenção, porque estes são números referentes apenas ao Steam. Xbox One, PlayStation 4, Nintendo Switch e outras plataformas PC também tiveram um óbvio incremento, deixando o jogo do bruxo Geralt como o grande destaque do universo dos videojogos no arranque de 2020.

Também Gwent: The Witcher Card Game, videojogo de cartas que nasceu em The Witcher 3, está a ser muito requisitado nas mais variadas plataformas. 

Por João Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Gaming

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.