Está desfeito o mistério da medição da Maratona de Abu Dhabi

Equipa de investigadores alemã conduziu a sua própria medição e descobriu o 'gato'

Mistério desfeito. Palco de tempos absolutamente estrondosos em dezembro, a Maratona de Abu Dhabi teve efetivamente uma distância inferior à regulamentar, segundo investigação levada a cabo pelos especialistas em medições Sean Hartnett e Helmut Winter, que na semana passada estiveram no local a analisar o traçado. Com efeito, segundo os dados apresentados, a Maratona de Abu Dhabi teve entre 195 a 199 metros a menos do que os 42,195 quilómetros da maratona. Quer isto dizer que os tempos canhão dessa prova... não valeram para nada.

De acordo com os dados revelados, que foram recolhidos após medição feita com a roda GMW32 da Bosch - habitualmente utilizada nestes processos - o problema residiu num dos pontos de retorno, entre os 30 e os 35 quilómetros, o qual estava colocado antes do que era suposto. Esse encurtamento da localização dos mecos de delimitação do percurso fez com que os atletas da frente tenham feito esse segmento em 13:55 minutos, um registo que fez levantar as dúvidas quanto à legalidade da contagem.

De acordo com Hartnett e Winter, a prova foi efetivamente bem medida, mas o problema residiu na forma como foram colocados os mecos. Aliás, os investigadores suspeitam mesmo que terão sido trabalhadores de um mercado de peixe ali perto a movê-los, provavelmente para desimpedir o trânsito durante a madrugada. Não haveria qualquer problema nisso, mas a questão é que ninguém os recolocou no seu lugar...

E assim se 'destroem' resultados que colocariam o queniano Marius Kipserem, o vencedor da prova com 2:04:04 horas, como o 12.º mais rápido da história da distância (seria o quarto melhor registo do ano).

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atualidade

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.