Atleta de 70 anos desqualificado em maratona por cortar caminho

Frank Meza bateu recorde... mas foi apanhado a fazer batota

A carregar o vídeo ...
Corredor de 70 anos faz batota para bater recorde: eis a prova do 'crime'

Em março deste ano, Frank Meza andou nas bocas do mundo depois de ter completado a maratona de Los Angeles, aos 70 anos, com um impressionante tempo de 2:53.10. Contudo, tudo não passou de uma fraude.

A velocidade com que o corredor cortou a meta causou estranheza em outros maratonistas. Posto isto, o grupo Conqur Endurance, responsável pela organização do evento, analisou as câmaras de segurança colocadas ao longo do trajeto, assim como as das lojas junto ao percurso. Resultado? Constataram que Meza saiu do trajeto definido para voltar a entrar noutro ponto mais adiante. "As câmaras e os nossos cálculos mostram que o dr. Meza bateu o recorde do mundo num troço de 5 km para as pessoas do seu grupo etário, entre os 70 e os 74 anos. Um feito impossível de cumprir durante uma maratona", conclui a organização. No final da prova, quando confrontado com o incrível tempo que acabava de registar, Meza nem queria acreditar. "Nem sei como é que fiz!", disse na altura.

A fraude de Meza parece não se ter cingido à Maratona de Los Angeles. Sites especializados começam agora a analisar vídeos e estatísticas que mostram que o maratonista já fez batota antes e vai agora inscrever-se na edição de 2020 para provar que não é um fraude.

1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Running

Notícias