Carlos Móia: «Meia-maratona de Lisboa é das melhores do mundo»

Dirigente fala a Record sobre a importância da internacionalização da prova no âmbito das 'super-halfs'

O presidente do Maratona Clube de Portugal, Carlos Móia, realçou a importância da criação do projeto 'super-halfs', que envolverá cinco meias-maratonas, entre as quais a de Lisboa. A Record, o dirigente destacou alguns fatores em especial. "Tentamos sempre internacionalizar o mais possível, na tentativa e na adrenalina de poder trazer muita gente a Lisboa. É bom para o turismo, para o desporto e há uma posição na área ambiental", salientou.

"A meia-maratona de Lisboa é das melhores do mundo. É bom haver para Portugal que haja mais atletas a correr cá. Este é o nosso pensamento", frisou, prevendo "que o impacto económico seja de 5 a 6 milhoes só na meia-maratona."

Carlos Móia explicou ainda que este modelo "não se dirige aos atletas de elite, mas sim aos que querem vir passear e conhecer", enunciando algumas vantagens do projeto. "A partir da segunda meia-maratona, os atletas têm passaporte virtual, que é carimbado em todas as provas, com entradas especiais. Lembro que ha meias-maratonas que esgotam. Assim, estes atletas têm entrada assegurada", argumentou.

Por Rafael Soares
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.