Corrida do Dragão: Atleta queixa-se de agressão; organização desmente acusações

Em causa esteve o facto de corredor se ter recusado a utilizar a camisola da prova

A edição deste ano da Corrida do Dragão, prova ganha por José Sousa (29:49 minutos) e Carla Martinho (37:23), ficou marcada por um momento de polémica que deu que falar nas redes sociais.

Em causa estão as alegações feitas por parte de Ricardo Santos, atleta do Recreio Desportivo de Águeda, que no Facebook acusou a organização de agressões, tudo por causa do facto de não ter envergado a camisola do evento (tal como estava patente no regulamento).




A situação mereceu posteriormente uma tomada de posição oficial por parte da Global Sport, a entidade organizadora da prova, que na rede social Facebook refutou todas as acusações, acusando o mesmo atleta de ter cuspido "nas meninas que estavam a dar as medalhas" e também insultado os presentes.


De notar que Record teve acesso a uma foto do atleta em causa a cruzar a meta (a segunda foto acima), na qual se observa que a camisola utilizada pelo corredor já estava ensanguentada nesse momento.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.