Da prisão mais temida dos Estados Unidos a um tempo incrível na Maratona de Boston

Markelle Taylor recebeu chance por parte da organização e justificou-a

Há dois meses apresentámos nas páginas do Record Mais a história da peculiar maratona que se corre dentro da prisão San Quentin, a mais temida dos Estados Unidos, assim como os feitos e o sonho do crónico vencedor, um tal de Markelle Taylor, de um dia correr a Maratona de Boston, a mais exclusiva do Mundo. Esse sonho chegou na última segunda-feira, poucas semanas depois de ter sido libertado de forma condicional da prisão que foi a sua casa nos últimos onze anos.

Mesmo sem ter tempo oficial para tal (o seu melhor registo tinha sido precisamente na maratona de San Quentin, com 3:10:42 horas), Markelle recebeu um convite por parte da organização de Boston para correr por caridade e não defraudou. Apresentou-se à partida e precisou de apenas 3:03:52 horas para cruzar a linha de meta, fixando aos 46 anos um resultado de impor respeito a qualquer corredor (melhorou em quase sete minutos o seu recorde) e que lhe dá o apuramento para a próxima edição da Maratona de Boston. Basta querer...

Dado o primeiro passo na redenção, Markelle Taylor luta até por melhorar a sua vida, tendo como primeiro objetivo encontrar um trabalho, isto para lá de se tentar continuar a superar no mundo da corrida.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.