Maratonas portuguesas entre as melhores do Mundo

Ranking internacional destaca várias provas nacionais

A discussão dará pano para mangas, pois tudo depende essencialmente da opinião e da experiência de cada um, mas mesmo assim o portal 'The Sole Supplier' decidiu arriscar e elaborar um extenso trabalho no qual elenca as melhores e piores maratonas do Mundo entre a lista das 476 provas certificadas pela IAAF (agora World Athletics) - a lista final tem apenas 81, porque as restantes tinham alguns dados de análise indisponíveis nos seus regulamentos.

O trabalho é longo e olha para vários aspetos (desde o tempo médio dos finishers, ao número de postos médicos, casas de banho, preços, condições climatéricas, etc.) e, para orgulho nacional, de notar que as provas portuguesas citadas são todas faladas pelo aspeto positivo. Mas já lá vamos...

Primeiro vamos começar pelo lado da lista onde ninguém quer estar: as piores maratonas do Mundo. Aí, segundo a análise feita, a pior de todas é a de... Kuala Lumpur, na Malásia. Somente com 3,69 pontos, a prova malaia comanda um pódio indesejado no qual entram também a de Nova Deli, na Índia, e a de Singapura. Ainda no top-10 das piores, de destacar a colocação da Maratona do Dubai no 10.º posto. Neste top-10, refira-se, os pontos mais penalizadores foram os níveis de poluição no ar elevados, os tempos lentos dos finishers e também a falta de apoio médico adequado.

Cumprida a pior fase do estudo, vamos para aquela que muitos querem saber: quais as maratonas mais rápidas do Mundo? Aqui a base do estudo é o tempo médio dos finishers, pelo que acaba por ser natural que maratonas como Berlim ou Londres não figurem, especialmente porque há quem as faça essencialmente pela experiência e não pelo tempo. Ainda assim, se procura uma maratona rápida, saiba que a HC Andersen, em Odense, é aquela que tem registos médios de finalistas mais baixos, com 3:51:22. Seguem-se Lucerna (3:51:33) e Antuérpia (3:52:12). Descendo na lista, a primeira prova de nomeada é a Viena, no quinto posto com 4:00:01, antes de chegarmos à Maratona do Porto, que segundo este estudo tem o 9.º tempo mais rápido de 'finishers', com 4:01:50.

O ponto seguinte do estudo acaba também por ser essencial para quem quer ter uma boa experiência numa maratona: a prova com o ar mais puro. Aqui, tal como nas provas rápidas, a vitória vai para a dinamarquesa HC Andersen, à frente da de Edimburgo e a de Cracóvia. Neste top-10, refira-se, entram a de Manchester (8.ª) e Londres (10.ª).

O derradeiro ponto de análise é o da segurança, que contempla essencialmente as provas que contêm um maior número de postos médicos no percurso. Aqui, com dados absolutamente incríveis, destaca-se a Maratona de Vilnius, com uns sensacionais 84 postos médicos ao longo do traçado. Na prática, a média dá um posto médico a cada 500 metros!

O dado é de tal forma surpreendente, que a segunda colocada Maratona de Praga tem 'apenas' 35. Um número que é bem interessante, já que dá praticamente um ponto de auxílio a cada 1,2 quilómetros, mas que em comparação com os dados da prova lituana acaba por não ser tão alto. A fechar o pódio fica a Maratona de Pequim, com 30 pontos mécicos. Do lado oposto ficam Chipre, Calgary e Plovdiv, com apenas UM ponto de auxílio médico para os 42,2 quilómetros...

Então quem ganha?

Pesadas todas as variáveis, então qual é a melhor maratona do Mundo? A resposta é... Hamburgo. Com uma pontuação de 7,57, a prova alemã é vista como a mais completa neste estudo, ficando à frente de Viena (7,45) e Cracóvia (7,02). Segundo os dados apresentados, Hamburgo destaca-se pelo seu preço reduzido de inscrição (66€), pela altitude favorável (8 metros acima do nível do mar), pelo número de casas de banho portáteis no percurso (42) e por uma temperatura média de 12,3º C.

A lista, que pode ver nas fotos acima, contempla ainda duas provas portuguesas, com a Maratona do Porto a ser a 46.ª melhor do planeta, ao passo que a da Madeira é a 58.ª. Já a de Lisboa não surge apresentada na lista, algo que se justifica pelo facto de um ou vários dados necessários não estarem presentes no regulamento da prova.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.